Ir para o conteúdo principal
Paulo Garcia
Legislatura Período
15ª 2003 até 2007

Perfil biográfico de
Paulo de Siqueira Garcia - PT

Data de Nascimento: 13/05/1959

Naturalidade: Goiânia - GO

Estado Civil: Casado

Formação: Médico neurocirurgião, formado pela Universidade Federal de Goiás (UFG)

 

Ao longo de sua carreira, exerceu as seguintes atividades profissionais: foi secretário da Academia Brasileira de Neurocirurgia e membro do Conselho Regional de Medicina de Goiás (CRM-GO). Na UFG, foi presidente do colegiado do curso de medicina; integrante da Câmara de Pesquisa e pós-graduação, da Câmara de Planejamento, do Conselho Coordenador de Ensino e Pesquisa; coordenador de internato; e professor de Neurocirurgia na Faculdade de Medicina.

Paulo Garcia teve uma presença marcante na direção da Unimed Goiânia, a maior experiência de cooperativa de trabalho médico do Brasil. No triênio 1994/96, foi Conselheiro Técnico da instituição; no período de 1996/99, se tornou diretor-presidente. Devido ao bom desempenho, foi reeleito para o mesmo cargo em 1999/02. Como diretor-presidente da Unimed Goiânia, por dois mandatos, e dirigente no Sistema Nacional Unimed, Paulo Garcia contribuiu de forma decisiva para o fortalecimento do Cooperativismo de Trabalho como opção eficaz de geração de trabalho, renda e promoção de justiça social.

Vida Política
Na vida política, Paulo Garcia, que é filiado ao PT, foi secretário de organização do PT Municipal de Goiânia, suplente de vereador do município goianiense em 2000 e deputado estadual de Goiás de 2002 a 2006. A militância política originou-se nos movimentos da vida acadêmica na UFG e nos movimentos da área da saúde na defesa da prática médica social. Foi decisiva para sua formação política, a participação nos pleitos eleitorais a partir da década de 80, compromissado com as candidaturas majoritárias e proporcionais petistas no âmbito municipal, estadual e nacional; e, no movimento cooperativista.

Foi eleito vice-prefeito de Goiânia no dia 5 de outubro de 2008, na chapa que reelegeu o prefeito Iris Rezende para chefe do Executivo municipal. Tendo quase meio milhão de votos, o que representa 74% dos votos válidos da capital goiana, a união de PMDB, PT e demais partidos da coligação garantiu a vitória ainda no primeiro turno das eleições.

Assumiu a chefia Executiva municipal no dia 1º de abril de 2010, quando o então prefeito Iris Rezende renunciou ao cargo para disputar as eleições para governador do Estado de Goiás.

Na atuação parlamentar, implantou o Conselho de Mandato, que assegurou de forma sistematizada, por meio de 17 comissões temáticas, a participação popular na sua conduta parlamentar. Entre as comissões, as que mais apresentavam propostas e acompanhavam sistematicamente as conduções em Plenário estavam as de educação e cultura; saúde e promoção social; serviço de obras púbicas; desenvolvimento de ciências e tecnologia; organização dos municípios; segurança pública e defesa do consumidor; meio ambiente e recursos hídricos; direitos humanos; turismo e lazer; agricultura e pecuária; esporte; habitação e reforma agrária e a de promoção da igualdade e participação popular.

 

* Foi reeleito prefeito de Goiânia nas eleições de 2012, ainda no 1º turno, com mais de 57% dos votos válidos.

* Faleceu em 30 de julho de 2017, vítima de infarto fulminante.


Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231.
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000. CNPJ: 02.474.419/0001-00.

Carregando...