Ir para o conteúdo principal

A- A+

Combate às drogas

Deputado Humberto Aidar representou a Comissão da Criança na audiência que discutiu o assunto, nesta segunda-feira em Silvânia.

O município de Silvânia sediou, na tarde desta segunda-feira, 28, audiência pública que discutiu políticas públicas de enfrentamento ao uso e tráfico de drogas por menores.

A iniciativa foi da Comissão da Criança e Adolescente da Assembleia Legislativa, representada pelo deputado Humberto Aidar (PT). Participaram da audiência a deputada Sônia Chaves (PSDB); o vereador e presidente da Câmara Municipal, Milton Gonçalves (PT); o vice-presidente da Câmara, vereador Fábio André (PV); a prefeita Gilda Naves (PSDB); o vice-prefeito Geraldo Luiz (PSDB).

Ainda participaram os vereadores Silvério de Oliveira (DEM), Paulo César Peixoto (PT), Renato César (PMDB), Valdeci de Siqueira (PR), e Cidinha Felix Bueno (PTdoB). Também estiveram presentes o presidente do Conselho Tutelar de Silvânia, Gerson Alexandre Carvalho, e a representante da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), Vera Lúcia Morselli. 

Humberto Aidar destacou cinco eixos prioritários, que devem contar com permanente atuação e eficiência no combate ao uso e tráfico de drogas. Segundo ele, os eixos são: prevenção; acolhimento e tratamento; reinserção social; repressão ao tráfico; e leis mais duras, acompanhadas do fim da impunidade.

A coordenadora do programa "Em Nome da Vida", da pró-reitoria de extensão e apoio estudantil da PUC-GO, Vera Lúcia Morselli, ministrou a palestra “O jovem e as Drogas. Um Caso de Que?”.

A palestrante comentou características que influenciam no posicionamento dos jovens, como: invasão da tecnologia, aumento das informações, ritmo mais rápido, exigências maiores, aumento da população envelhecida - o que ocasiona o conflito de ideias, ausência de padrões e modelos familiares, e aumento do número de pessoas vivendo sozinhas.

“Percebemos a perda dos valores familiares. A família é o núcleo primário de proteção, afeto e socialização, e tem função de proteção e transmissão cultural, no entanto, atualmente a família é disfuncional”, apontou.

Para a conferencista, é necessário ampliar o foco para uma compreensão relacional da dependência de substâncias em um contexto familiar. O problema é complexo e requer um olhar compreensivo multiprofissional, de caráter reabilitador e terapêutico. “Em lugar de lutarmos contra as drogas, devemos enfrentar os fatores que estão permitindo sua oferta quase sem controle, e sua demanda quase sem alternativas”, concluiu.

Responsáveis pela Segurança Pública do município relataram ações que estão em vigor e têm refletido em resultados positivos como a queda do número de registros de ocorrências e também a redução do nível de gravidade.

O debate foi aberto para discussões da comunidade presente. Na oportunidade, os participantes expuseram suas opiniões e parabenizaram as ações ligadas à Segurança Pública em Silvânia.

O balanço da audiência foi positivo devido à qualidade das explanações e participação da comunidade, que deixou o plenário da Câmara Municipal lotado.

Assembleia em Tempo Real

21/01/2019

17:00 - Encerramento das atividades

12:34 - Seguindo avanços no País, Goiás amplia políticas que valorizam o parto humanizado

11:16 - Decreto de posse de armas divide opiniões na Assembleia Legislativa

09:21 - Luis Cesar Bueno propõe política de valorização do artesanato goiano

07:12 - PEC que trata do reconhecimento jurídico da carreira de oficial militar tramita na Assembleia

06:50 - Início das atividades

18/01/2019

13:12 - Encerramento das atividades

12:52 - Primeira prova do concurso da Alego ocorre neste domingo, dia 20

11:02 - Protagonista dos últimos meses Lívio Luciano faz balanço de seu trabalho como deputado

10:42 - Henrique Arantes quer revogação de lei sobre isonomia e pensões

09:49 - José Nelto propõe que municípios goianos do entorno do DF se tornem região metropolitana

08:51 - Bruno Peixoto defende inserção da Romaria de Guarinos no Calendário Cultural de Goiás

07:17 - Talles Barreto propõe alteração em lei que beneficia servidor portador de deficiência

06:55 - Início das atividades

17/01/2019

13:07 - Encerramento das atividades

12:33 - Pojeto de lei de Simeyzon Silveira visa desenvolver programas assistenciais

11:03 - Projeto obriga hospitais a ter equipamentos para mamografia em mulheres deficientes

09:07 - Festival de Orquídeas de Piracanjuba pode integrar calendário oficial do Estado

07:21 - Proposta prevê contrapartida a empresa que financiar bolsas de estudo

06:51 - Início das atividades

16/01/2019

13:29 - Encerramento das atividades

12:55 - Descumprimento de Lei que combate crimes contra a mulher está apta a análise do Plenário

11:34 - Deputados manifestam pesar pela morte do juiz Adir Barreto

11:34 - Francisco Oliveira admite sessões extras na Assembleia a partir de 22 de janeiro

Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000.

Carregando...