Ir para o conteúdo principal

Audiência pública pela Criação da Semana Estadual dos Contadores de Histórias

A- A+

Audiência pública debate criação da Semana Estadual dos Contadores de Histórias

A Assembleia Legislativa de Goiás realizou, na tarde desta segunda-feira, 20, no Auditório Solon Amaral da Casa, uma audiência pública proposta pelo deputado Luis Cesar Bueno (PT) para debater a criação da Semana Estadual dos Contadores de Histórias no calendário oficial do Estado de Goiás. O encontro contou com a participação de contadores de histórias de várias partes do Estado.

Além do deputado Luis Cesar Bueno que presidiu a reunião, a mesa diretiva foi composta também pelo vereador e presidente da Comissão da Criança e do Adolescente da Câmara Municipal de Goiânia, Emilson Pereira (PTN); Shirlene Álvares da Silva, coordenadora do grupo Ciranda dos Contos da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (SEDUCE); Edvânia Braz Teixeira Rodrigues, coordenadora do grupo Gwaya e Alexandre Rocha Sales, professor da rede municipal de ensino de Goiânia.

O deputado Luis Cesar Bueno (PT) afirmou que o objetivo da audiência era debater a importância dos contadores de histórias na formação das crianças e de como eles influenciam para que elas se interessem pela leitura e pelas histórias dos antepassados.

“Quando apresentamos esse projeto estamos querendo rever as nossas tradições, essas que o povo brasileiro vivencia nas histórias”, declarou Luis Cesar Bueno.  

O vereador Emilson Pereira (PTN), presidente da Comissão da Criança e do Adolescente da Câmara Municipal de Goiânia, falou da importância do contador de histórias como um resgate da cultura goiana. “Me sinto muito bem em representar a Câmara Municipal e falar dos contadores de histórias que nos tornam cidadãos. Me coloco a disposição como mais um soldado desse exército disposto a lutar pelo resgate de nossa cultura,” manifestou Emilson Pereira.

Shirlene Álvares da Silva, coordenadora do grupo Ciranda dos Contos da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes (SEDUCE) e contadora de história, lembrou que é na escola que se vê a importância dos contadores de histórias fazendo com que os alunos tornem-se leitores mais assíduos. “Esse projeto abre a possibilidade de um contador estimular as crianças a ler, enchendo as crianças de sonhos, ” afirmou Shirlene. 

Já a coordenadora do Grupo Gwaya, Edvânia Braz Teixeira Rodrigues, ressaltou que a criação de uma semana dedicada ao contador de histórias não é apenas uma forma comemorativa, mas também como uma forma de valorização do contador de histórias. “A contação de histórias ensina o respeito às diferenças. Ensina a discutir debatendo e não discutir batendo. O contador de histórias é a melhor forma de acesso da criança ao texto lido e recontado e ele precisa ser valorizado além de comemorado,” declarou Edvânia.

Enquanto que, Alexandre Rocha Sales, professor da rede de ensino municipal de Goiânia, definiu a contação de histórias como a “arte de encantar”.

Minimaratona de histórias

Na parte da manhã desta segunda-feira foi realizado, no pátio de entrada da sede da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), uma minimaratona de contadores de histórias. Vinte contadores de história mostraram sua arte.

Alguns dos contadores que participaram do evento: Luciano Di Freitas, do Teatro Destinatário, que contou a história “O Batizado”, de Safia de Pirenópolis; Alexandre Rocha Sales, da SME, que declamou o poema de Amazan Paraíba “A semelhança do Saco para o Papo”; Ivone Maria da Cruz, também da SME, que contou a história infantil “O Sapo Julinho”, de Flávia Muniz.

E mais: Marivânia Rocha, Helenice Gonçalves Jesuino, Shirlene Álvares, Denise Batulevicins, Edvânia Braz e Wellington Rodrigo. 

O Projeto

A proposta que quer incluir a “Semana Estadual dos Contadores de Histórias” no calendário oficial de eventos educativo-culturais do Estado de Goiás tem algumas de suas finalidades: Disseminar informações sobre o patrimônio cultural imaterial brasileiro; Disseminar a arte da narrativa; Despertar o gosto pelo livro mediante a leitura expressiva de narrativas; Estimular o debate de ações nas áreas da cultura; Contribuir para a formação de pessoal qualificado nesse tema.

Como justificativa a propositura traz a importância do ato de contar histórias que, desde épocas passadas, foi uma forma de aprender e ensinar, além da interação, reflexão e estimulo do imaginário.

“Contar histórias é aproximar, interagir, partilhar, possibilitar reflexão, dar boas vindas ao imaginário, é fragilizar diferenças, é suscitar a criatividade. O contador de histórias é um propiciador de curas, é um evocador de competências, um provocador do interesse pelo livro, do prazer da leitura, é um transmissor de conhecimentos, afetos e memórias para que elas não se percam. O contador é um piloto que conduz o ouvinte a uma viagem para dentro de si mesmo; é um benzedor que abençoa os ouvidos com sonhos, cores e imaginação,” afirma a justificativa do projeto. 

Assembleia em Tempo Real

22/02/2018

18:51 - Encerramento das atividades

18:34 - Assembleia sedia encontro da Associação dos Advogados Criminalistas

17:40 - Governador veta alteração na Lei que cria o Fundo de Transportes na Agetop

16:41 - Em Santa Rita do Novo Destino, Conselho Tutelar necessita de carro

16:36 - Comissão Mista distribui processos e encerra reunião

16:27 - Plenário discute projeto que isenta municípios da exigência de certidões de adimplemento para repasse recursos do Estado

16:25 - Sessão extraordinária é encerrada e comissões são convocadas

16:22 - Imóveis com mais de 350 m² podem ser obrigados a instalar cisterna

16:07 - Mesa Diretora recebe matérias

15:47 - Presidente encerra sessão ordinária e abre sessão extraordinária

15:42 - Delegada Adriana Accorsi encaminha pedido de moção a policiais

15:38 - Começa o Pequeno Expediente

15:36 - Comissões Mista e CCJ são convocadas

15:34 - Assembleia recebe 11 vetos do Governo do Estado

15:28 - Mesa Diretora recebe requerimentos e projetos na sessão ordinária desta 5ª-feira

15:24 - Carlos Antonio ajudará Conselho Tutelar de Goianésia a conseguir equipe multidisciplinar

15:09 - Sessão ordinária é aberta no Plenário Getulino Artiaga

14:58 - Após esgotamento da pauta, reunião da CCJ é encerrada

14:54 - CCJ rejeita projeto que propõe mensagens sobre uso de álcool e drogas em ingressos de shows

14:50 - CCJ aprova modificações em entrega de Título de Cidadão Goiano

14:45 - Comissão aprova projeto que estabelece tempo de vida útil de transportes escolares

14:39 - CCJ aprova projeto que quer evitar que consumidores paguem por água que não consumiram

14:34 - Deputados ouvem indicado ao Conselho Estadual de Educação na CCJ

14:20 - Rejeitado veto a projeto que prevê abrigos para embarque e desembarque de passageiros.

Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000.

Carregando...