Ir para o conteúdo principal
ALEGO

A- A+

CPI da Goiás Turismo ouve empresários e deputados prorrogaram o prazo

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga, na Assembleia Legislativa, supostas irregularidades na Goiás Turismo ouviu dois empresários durante oitivas da reunião ordinária, na tarde desta quarta-feira, 4, no Auditório Costa Lima. Prestaram depoimentos os empresários Vanilson dos Anjos Bueno e Herickson Cardoso Rosa, o Guilherme da supla Guilherme e Santiago.

O empresário Vanilson dos Anjos Bueno, representante da Bueno produções LTDA,  respondeu perguntas dos parlamentares. Ele afirmou que acredita que já fez mais de 100 shows com a Goiás Turismo respondendo nomes como Kleo Dibah e Rafael, Bruno e Marrone e Gabriel Gava.

Ao ser questionado sobre as diferenças de preço entre datas e em relação a shows particulares em contrapartida de shows pela Goiás Turismo ele disse que “As datas influenciam muito. No Carnaval e no Réveillon os artistas aumentam os cachês”, frisou.

Ao ser perguntado sobre como consegue os shows, Vanilson disse que é procurado pelas prefeituras, “O elo para o contrato com a Goiás Turismo é a prefeitura ou o secretário da prefeitura, a Goiás Turismo entra só na finalização do contrato. ”

O representante da Bueno produções também disse que tem vários shows que ainda não foram pagos. “Eu tinha shows de 2013 para serem pagos. Eu fiz um acordo para poder receber esse show”, afirmou.

Após o termino do depoimento de Vanilson, começou a ser ouvido o empresário Herickson Cardoso Rosa, representante da 2HC. Rosa Promoções Artisticas LTDA. Ele atende pelo nome artístico de Guilherme e faz parte da dupla Guilherme e Santiago.

Ele afirmou que a Goiás turismo demora para pagar os shows feitos. Segundo o empresário e cantor ele possui mais de 10 shows ainda a serem pagos pela Goiás Turismo. “Aqui em Goiás é o único lugar que se demora tanto para pagar shows. Eu moro no Rio Grande do Sul e lá isso não ocorre, eu tenho shows de 2015 para serem pagos”, afirmou.

O deputado Marquinho Palmerston (PSDB) questionou o cantor pelo aumento de shows de um ano para outro em relação aos anos que estão sendo investigados.  Ele respondeu, “Existem muitas cobranças das pessoas e também a tem a logística e o sucesso da música. Mas é relativo, tem anos que eu faço muitos shows em Goiás, outros faço menos”, afirmou.

Guilherme afirmou que nunca lhe ofereceram nenhum benefício ilícito, inclusive para receberem mais rápido, mas que já ouviu falar de algumas pessoas que já receberam propostas, “Nunca me ofereceram porque conhecem minha índole, mas já ouvi falar de algumas pessoas que receberam benefícios de pagamento”, afirmou.

 Por fim, ele esclareceu que os trâmites que o levaram a fazer shows pela Goiás Turismo foram feitos de forma legal, “Tudo que fizemos com a Goiás Turismo foi feita de forma correta, embora ainda não tenhamos recebido todos os shows, nós sabemos da crise que o Estado vive e estamos aguardando”.

Após as oitivas os deputados presentes aprovaram a prorrogação de até 60 dias os trabalhos da CPI, contados a partir do fim de outubro. A justificativa é que ainda faltam depoimentos a serem colhidos além da defesa do presidente da Goiás Turismo.

O presidente Claudio Meirelles (PR) convocou nova reunião para quinta-feira,5, às 14:30h, para novas oitivas.

Estiveram presentes na reunião os deputados Humberto Aidar (PT), Marquinho Palmerston (PSDB), Lívio Luciano (PMDB), além do presidente Claudio Meireles (PR). #DepClaudioMeirelles #DeputadoClaudioMeirelles #Alego #CPIGoiásTurismo #ComféemDeusestoutrabalhando

Assembleia em Tempo Real

21/09/2018

18:53 - Encerramento das atividades

18:45 - Exposição 100% Nativos acontece na próxima semana

16:04 - Marlúcio Pereira propõe a permanência de brigadas de incêndios em todos os museus de Goiás

13:58 - Governador veta projeto de isenção de ICMS para pessoas com deficiência

12:18 - No Dia do Auditor Fiscal, categoria promove debate sobre dívida pública

11:03 - Governo veta desconto de tarifa por metas de consumo de água e esgoto

09:08 - Auditório Costa Lima é palco, em instantes, de evento em comemoração ao Dia do Auditor Fiscal

07:23 - Sancionada Lei que cria regime especial de atendimento à mulher vítima de violência doméstica

06:40 - Início das atividades

20/09/2018

19:01 - Encerramento das atividades

18:30 - Alunos da Faculdade de Anicuns visitam a Alego e conferem palestra sobre a evolução do legislativo

17:11 - Projeto de lei cria centro de apoio a pessoas com transtorno do espectro autista

15:15 - Projeto quer incluir exposição de orquídeas de Piracanjuba no Calendário Turístico de Goiás

13:24 - Governo veta projeto que reduz carga horaria de funcionário responsável por pessoas com deficiência

11:45 - Alteração organizacional na Segplan cria Núcleo de Convênios proposto pelo Governador

10:15 - José Vitti anuncia parceria com a Polícia Civil

09:03 - Atuação voltada à inclusão social marca quinto mandato de Isaura Lemos

07:02 - Faculdade de Anicuns participa da 28ª edição do projeto Escola no Legislativo

06:45 - Início das atividades

19/09/2018

19:15 - Encerramento das atividades

19:00 - Alunos de Direito da Faculdade de Anicuns participam do projeto Escola no Legislativo

17:11 - Governador propõe criação de Fundos Rotativos na Diretoria-Geral de Administração Penitenciária

15:30 - Após deputados apresentarem matérias, presidente José Vitti encerra sessão plenária

15:28 - Quatro deputados apresentam matérias na sessão ordinária desta 4ª-feira

Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000.

Carregando...