Ir para o conteúdo principal

Programa vez do consumidor discute ICMS

A- A+

Programa Vez do Consumidor

TV Assembleia debate redução de ICMS para investimentos em segurança privada. Participam do programa o deputado Santana Gomes, presidente da Comissão de Defesa do Consumidor e convidados.

O Programa Vez do Consumidor da TV Assembleia exibe a partir desta terça-feira, 14, debate sobre o tema: “Desconto de ICMS e Segurança Privada”. Mediado pelo presidente da Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), deputado Santana Gomes (PSL) e pela apresentadora Luciana Martins, a discussão conta com as participações do vice-presidente do Sindicato das Empresas de Segurança Pública (Sindesp), Ivan Hermano Filho e do empresário Diogo Ramos.

Eles abordaram o projeto de lei nº 367/17 de autoria do deputado Santana Gomes, que pretende conceder isenção de até 50% do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) às empresas que investirem na aquisição e instalação de equipamentos de vigilância privada, ocupou o centro do debate. Santana Gomes deixou claro que a iniciativa dele é contribuir para a melhoria na segurança pública de modo geral, incentivando investimentos em segurança privada.

“Segurança pública é dever do Estado, mas existem milhares de empresários que estão investindo em segurança privada e, assim, contribuindo para a segurança do cidadão, sem qualquer incentivo. Com esse nosso projetos, pretendemos reconhecer o papel dos empresários que investem em segurança privada, concedendo descontos no ICMS”, ressaltou o parlamentar. Santana disse que conta com significativos apoios para aprovação do projeto de lei de sua autoria, em tramitação na Alego.

De acordo com Santana Gomes, o projeto de lei tem a intenção de fomentar a economia goiana, ampliar a oferta de emprego e ao mesmo tempo proporcionar maior segurança à população. “Queremos estimular a contratação das empresas privadas de segurança. Acreditamos que nos locais onde existe segurança privada os números de violência e criminalidade são menores do que aqueles desprovidos desse serviço”. O deputado acrescenta que a redução do recolhimento do ICMS, que a princípio pode representar perda de receita, na verdade, segundo ele, poderá refletir em aumento de consumo e, portanto, em aumento de arrecadação.

Diogo Ramos e Ivan Filho chegaram à conclusão de que o investimento em segurança privada e parcerias com os órgãos da segurança pública são o melhor caminho para a prevenção e combate à criminalidade. Diogo disse que procurar oferecer a devida segurança a todo cidadão que busca suas lojas e que isso demanda um gasto que chega a R$ 58 mil mensais, por isso o desconto no ICMS é bem vindo, inclusive para novos investimentos nessa área da segurança. Ivan disse que hoje são 75 empresas em Goiás autorizadas pelo Departamento da Polícia Federal que atual na segurança privada, com oito mil profissionais armados, sem falar nas equipes de alarmes e monitoramento eletrônico. “São mais de 12 mil pessoas que atuam diretamente na segurança privada em Goiás”, sintetizou.

O projeto de lei estabelece uma vigência de dois anos, a partir de sua entrada em vigor, para a concessão da redução da alíquota do ICMS em 50%, podendo ser prorrogado sucessivamente por igual período por ato do Chefe do Poder Executivo. A propositura foi aprovada preliminarmente na sessão plenária do dia 29 de agosto e encaminhada à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), onde aguarda parecer pela aprovação ou rejeição.

Confira o programa na TV aberta 61.2, na Net, canal 8 ou pela web, no Portal da Assembleia Legislativa, no endereço eletrônico: http://al.go.leg.br/midia/tv

Assembleia em Tempo Real

16/07/2018

13:41 - Encerramento das atividades

12:45 - Igualdade de salários para policiais vítimas do césio 137 deverá ser apreciado em Plenário

11:40 - Projeto de lei que institui o Dia Estadual do Futevôlei vai à sanção da Governadoria

10:36 - Sancionada Lei que busca a transparência do número de leitos em UTI’s em Goiás

09:46 - Companhia de Teatro Novo Ato deverá ser declarada de utilidade pública

08:26 - Governadoria veta projeto de Diego Sorgatto que dispõe sobre matrículas escolares

07:05 - Início das atividades

13/07/2018

13:21 - Encerramento das atividades

11:48 - Ampliação da vida útil de veículos do transporte escolar vai à sanção do Governador

10:15 - CCJ dá parecer favorável a projeto de Lincoln Tejota que trata de isenção de taxa de vestibular

09:12 - Plenário aprova proposta de Adriana Accorsi que evita cobranças indevidas de água

08:18 - Projeto que institui Junho Laranja ao calendário do Estado vai à sanção do Governador

07:05 - Início das atividades

12/07/2018

13:25 - Encerramento das atividades

13:23 - Lincoln Tejota é lançado pré-candidato a vice-governador de Goiás

13:00 - Governo sanciona projeto de Daniel Messac que garante meia-entrada para mulheres chefes de família

11:15 - Segue para sanção governamental projeto que obriga o reaproveitamento de água em obras públicas

10:00 - Plenário aprova projeto que regulamenta Associações de Socorro Mútuo

09:28 - Jean Carlo está confiante na aprovação do projeto Goiás é Limpeza

08:15 - Reajuste de professores da rede pública estadual é garantido por lei aprovada pela Assembleia

07:05 - Início das atividades

11/07/2018

13:18 - Encerramento das atividades

12:55 - Emenda de Karlos Cabral à LDO prevê reajuste de servidores públicos do Estado

11:39 - Projeto que cria regras sobre sistema de cotas em vestibulares vai à sanção da Governadoria

Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000.

Carregando...