Ir para o conteúdo principal
ALEGO

A- A+

Isaura Lemos leva pedido de urgência de moradores para diretoria da Enel Goiás

A deputada Isaura Lemos (PCdoB) levou na última terça-feira, dia 3,  à diretoria da Enel Distribuição Goiás, antiga Celg, o pedido de urgência dos moradores dos setores Terra do Sol e Continental, em Aparecida de Goiânia, que não contam com energia elétrica por falta de rede de transmissão local. As demandas por serviços públicos essenciais foram levantadas na audiência pública promovida dia 20, por Isaura Lemos, que preside na Assembleia Legislativa de Goiás a Comissão de Habitação, Reforma Agrária e Urbana.

Na reunião, a parlamentar falou da situação insalubre vivida pelos moradores e apresentou à Enel o relatório da visita técnica realizada pela comissão, cujos problemas identificados motivaram a realização da audiência pública. O documento aponta a precariedade das habitações e o risco a que os moradores estão expostos devido a ligações irregulares e improvisadas de energia elétrica.

Procedimento – O diretor de Relações Institucionais, Humberto Tavares Correa, que recebeu a comitiva liderada por Isaura Lemos, disse que a situação é preocupante com relação à segurança das pessoas. As lideranças dos bairros, presentes na reunião, afirmaram que os moradores não querem energia clandestina e irregular, querem pagar por ela, e sabem dos perigos que essas instalações podem ocasionar.

Humberto Correa esclareceu que o procedimento adotado pela Enel é instalar rede de transmissão e fornecer energia a todas as residências assim que um loteamento é regularizado pela prefeitura. Dessa maneira, o processo mais adequado seria conseguir, primeiramente, a regularização fundiária do bairro junto aos órgãos competentes, ou a caracterização da área como ZEIS (Zona Especial de Interesse Social).

Urgência – Isaura ponderou que o processo de regularização fundiária é complexo e pode levar anos. Além disso, ainda não se sabe se o bairro poderá ser regularizado ou se as famílias terão que se deslocar para outro local. “De todo modo, qualquer que seja a solução, ainda levará algum tempo para ser efetivada e, enquanto isso não ocorre, os moradores não podem permanecer como estão”, observou Isaura Lemos. A parlamentar então questionou se a Enel não poderia adotar alguma medida paliativa para fornecer energia ao bairro em caráter provisório.

O diretor da Enel explicou que não pode ser instalada rede de transmissão em bairros irregulares porque as ruas foram abertas pelos próprios moradores, portanto a urbanização existente não pode ser utilizada. No entanto, uma solução possível seria instalar alguns padrões em pontos estratégicos da área, e cada padrão forneceria energia para algumas casas em sistema de rateio.

Encaminhamento – As líderes comunitárias Francisca e Naiara afirmaram que a solução provisória sugerida pelo diretor atenderia às necessidades da comunidade. Os padrões poderiam ser instalados no início de cada rua, e um morador seria escolhido para ficar responsável por cada padrão, com a incumbência de recolher o dinheiro das casas e pagar a fatura. Dessa maneira, o diretor se prontificou a levar a proposta para a diretoria da Enel. Ele frisou, porém, que não há garantias de que a sugestão será aceita.

Assembleia em Tempo Real

21/03/2019

19:04 - Encerramento das atividades

18:56 - Assembleia vai debater nesta sexta-feira reforma da Previdência proposta pelo governo federal

18:02 - Coronel Adailton promove sessão solene para homenagear soldado da PM

17:49 - Comemorações do Mês da Mulher encerram atividades com apresentação da dupla Héster e Helena

17:17 - Sessão ordinária é encerrada

16:53 - Aprovado pelo Plenário matéria que prevê redução da jornada de trabalho de médicos e dentistas do Poder Executivo

16:46 - Projeto que obriga produto congelado a conter informações em embalagens é aprovado pelo Plenário

16:45 - Aprovada em 1ª fase nova propositura do Governo que prevê repasse de recursos à Seduce

16:32 - Parlamentares emendam em Plenário PEC de autoria de Lêda Borges que altera artigo da Constituição

16:25 - Plenário aprova em 2ª votação matéria que prevê isenção de ICMS de medicamentos e materiais hospitalares

15:55 - Talles Barreto diz que Ronaldo Caiado é melhor do que mostrou até agora no Governo

15:49 - Bruno Peixoto afirma que empresas que receberam incentivos fiscais devem pensar mais nos goianos

15:44 - Gustavo Sebba critica corte nos incentivos fiscais e diz que Catalão vai acabar se governador não negociar

15:38 - Alysson Lima propõe criação de frente contra o aumento da tarifa de ônibus

15:33 - Paulo Trabalho parabeniza Jair Bolsonaro pelo aniversário e destaca primeiras ações de seu governo

15:27 - Lêda Borges discute nova tecnologia de acesso à leitura para deficientes visuais

15:10 - Duas matérias são lidas no Expediente da sessão plenária desta quinta-feira, 21

15:07 - Deputados apresentam matérias e requerimentos na sessão ordinária

15:02 - Sessão ordinária é aberta em Plenário nesta quinta-feira, 21

14:50 - Pauta da CCJ é esgotada e Karlos Cabral encerra reunião

14:47 - Dois projetos parlamentares recebem pedido de vista na CCJ

14:45 - Aprovada diligência a dois projetos de origem parlamentar

14:44 - Projetos de origem parlamentar são aprovados na CCJ

14:31 - Comissão de Direitos Humanos conhece tecnologia israelense que garante acessibilidade a deficientes visuais

Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231.
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000. CNPJ: 02.474.419/0001-00.

Carregando...