Ir para o conteúdo principal
ALEGO

A- A+

Karlos Cabral presidiu audiência sobre atraso no pagamento do Fundo de Arte e Cultura em Goiás

O deputado estadual Karlos Cabral (PDT), presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esporte da Assembleia Legislativa, conduziu na manhã desta terça, 13, audiência pública com o tema “Financiamento das Políticas Culturais em Goiás”. A atividade, que aconteceu no Auditório Solon Amaral, na Assembleia Legislativa, reuniu produtores culturais, artistas e representantes do poder público e debateu, entre outras questões, o atraso na liberação dos recursos para financiamento da cultura em Goiás.

Ao abrir o debate, Karlos Cabral destacou que a intenção da reunião era fomentar e subsidiar a atuação da Comissão de Educação, Cultura e Esporte. “O grande objetivo é de fato fazer uma leitura da situação que se encontra a cultura no estado de Goiás. Queremos discutir o atraso do pagamento das parcelas do Fundo de Arte e Cultura, a aplicação da Lei Goyazes e a necessidade de atualização dos marcos legais. A Comissão de Educação, Cultura e Esporte da Casa quer dar elementos para estabelecer um diálogo com o governo de Goiás que assume em janeiro.”

A superintendente executiva de Cultura, Gyovana Carneiro, que representou a Seduce, lamentou o atraso no pagamento do Fundo. Ela afirmou que tudo o que é possivel fazer está sendo feito e ressaltou a importância de lutar para que a Lei Goyazes não acabe. Lembrou que discutir cultura é sempre um processo salutar e disse que considera absurdo o atraso no pagamento. Além disso, a representante do Governo assegurou que está fazendo o que pode para tentar normalizar a situação.

O diretor e produtor Norval Berbari, representou os produtores culturais na mesa e também discorreu sobre a situação do fomento à cultura no Estado. “Esse é um momento muito difícil. Ninguém está fazendo nada, muitas pessoas do Governo do Estado foram convidadas para estar aqui hoje e não estão. Já fizeram isso outras vezes. Isso é ruim para nós artistas, mas, principalmente, para a sociedade. A cultura transforma as pessoas e talvez esse seja um dos problemas. Talvez seja por isso que o Poder Público não investe em cultura: a cultura liberta”.

Chefe do núcleo do Fundo de Cultura, Sacha Witkowski falou sobre a Lei do Fundo de Cultura e da falta de marco regulatório de cultura no Estado. Ele fez uma retomada histórica acerca das leis de cultura em Goiás. “É muito importante estarmos aqui discutindo a cultura. Eu sou artista e agora estou na Seduce [Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esporte] e é importante que os gestores sejam técnicos da área”, afirmou.

Ele reiterou a falta de marco regulatório na cultura no Estado. "Existe uma minuta que não foi votada na Assembleia. Além do Fundo de Cultura, nós precisamos pensar em um marco regulatório para cultura no nosso Estado. A Lei Goyazes não pode ser a política pública de cultura, não podemos nos ater a simplesmente pagar o fundo e achar que isso é uma política pública”, disse.

A audiência pública teve como encaminhamentos: a elaboração de um relatório contendo as principais reivindicações da área cultural do Estado, para ser apresentado à equipe de transição do Governo; realização da Conferência Estadual de Cultura; abertura de consulta pública para reforma dos marcos legais e defesa da Lei Goyazes e do Fundo de Arte e Cultura.

Fizeram parte da mesa diretiva, além do deputado Karlos Cabral; o deputado Virmondes Cruvinel; a superintendente executiva de Cultura, Gyovana Carneiro, o chefe do Núcleo de Fomento da Seduce, Sacha Witkowski; e Norval Berbari, ator, diretor e produtor da Semnome Cia de Teatro. A audiência contou ainda com a presença do diretor do Circo Laheto, Maneco Maraca; o artista e diretor da Catavento Companhia Circense, Felipe Nicking; e o representante da Associação dos Cantores e Compositores de Goiás, Du Oliveira. Diversos artistas e representantes de órgãos públicos também participaram da reunião.

Assembleia em Tempo Real

25/04/2019

09:11 - Antônio Gomide defende consulta popular para decidir sobre fechamento de escola da rede estadual

08:18 - Alego promove mesa-redonda no Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial

08:16 - Audiência pública reúne movimentos de moradia na Alego hoje à tarde

07:33 - CCJ tem reunião ordinária nesta 5ª-feira, 25, às 14 horas

07:06 - Deputados fazem sessão ordinária hoje, às 15 horas, no Plenário Getulino Artiaga

06:50 - Início das atividades

24/04/2019

19:10 - Encerramento das atividades

17:52 - Escola do Legislativo e o Instituto Legislativo Brasileiro firmam convênio

17:30 - Adriana Accorsi promove reunião com entidades para avaliar contratos do Minha Casa Minha Vida

17:06 - Encerrada sessão ordinária desta quarta-feira, 24

17:02 - Adiada votação da indicação de Maria Euzébia de Lima para o Conselho Estadual de Educação

16:37 - Deputados mantem veto integral sobre proposta que criava política de agricultura irrigada

16:35 - Aprovada indicação de Eduardo Mendes Reed para o Conselho Estadual de Educação

16:33 - Aprovada indicação de Sebastião Lázaro para o Conselho Estadual de Educação

16:22 - Projeto que autoriza uso de chapéu em plenário é aprovado em primeira votação

16:07 - Lissauer Vieira indefere PEC apresentada por Thiago Albernaz

16:00 - Talles Barreto rebate, na tribuna, discursos de três parlamentares

15:55 - Lêda Borges critica rejeitação de sua PEC e reapresentação com conteúdo semelhante

15:48 - Virmondes Cruvinel diz que Fórum do Setor Energético vai retomar reuniões e audiências

15:46 - Adriana Accorsi critica privatização da Celg e qualidade do serviço prestado pela Enel

15:38 - Alysson Lima critica aumento da tarifa de ônibus em Goiânia e Região Metropolitana

15:35 - Thiago Albernaz diz que bancada cristã não aceitará defensor de ideologia de gênero no Conselho de Educação

15:31 - Estudantes de direito prestigiam sessão ordinária

15:29 - Ao todo, 25 deputados apresentam matérias durante a sessão desta quarta-feira, 24

Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231.
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000. CNPJ: 02.474.419/0001-00.

Carregando...