Ir para o conteúdo principal

A- A+

Talles Barreto rebate, na tribuna, discursos de três parlamentares

O deputado Talles Barreto (PSDB) foi o quinto deputado a discursar durante o pequeno expediente da sessão ordinária desta quarta-feira, 24.  Ele usou a tributa para responder os deputados  Virmondes Cruvinel (Cidadania), Lêda Borges (PSDB) e Delegada Adriana Accorsi (PT), que haviam discursado momentos antes.

Incialmente Talles Barreto parabenizou a luta da deputada Lêda Borges pela aprovação da PEC que beneficiava municípios, e disse que nunca viu acontecer na Casa algo como o que aconteceu com ela. Como presidente do PSDB, ele declarou apoio a sua colega de partido, e que, por mais que o seu projeto fosse apresentado por outro deputado da base do Governo, ela votaria ‘sim’ em benefício dos municípios.

Logo depois o deputado Talles Barreto responde o deputado Virmondes Cruvinel sobre o seu discurso da tribuna. Talles falou que durante toda a campanha do atual governador Caiado foi divulgado que não houve incentivos à cultura na administração anterior, e que isso é uma mentira. Segundo ele, Goiás foi o Estado que mais investiu em cultura durante o Governo Marconi, e anda citou a Lei Goyazes que movimentou cerca de 30 milhões de reais.

O presidente do PSDB também alegou que na atual administração a Secretaria da Cultura não tem eficiência, e serviu apenas para preencher cargos, além de não propor investimentos para a pasta. Talles Barreto disse ainda que, como defensor da cultura, como Virmondes é, deveria lutar para que a Lei Goyazes funcione e fazer com que a Lei da Cultura volte a ser o que era antes. Ele completou sua fala dizendo que nunca houve tanto investimento na pasta como no Governo passado.

Respondendo a deputada Delegada Adriana Accorsi, Talles Barreto justificou que a situação da Celg estava insustentável desde a venda de Cachoreira Dourada, e que não fosse vendida, a estatal iria fechar. Diferente da opinião da deputada, Talles acredita que o Estado deve sim vender as estatais, pois o Estado não consegue geri-las. Ele acrescentou que se a Enel não consegue cumprir o regulamento, quem deve fiscalizar são os órgãos reguladores, e ainda enfatizou que está em andamento na Casa a CPI da Enel, que é um instrumento para se cobrar da Enel o cumprimento das obrigações contratuais. 

Assembleia em Tempo Real

18/07/2019

13:00 - Encerramento das atividades

12:31 - Karlos Cabral propõe isentar taxa em concurso público para agentes de proteção da Infância e Juventude

11:11 - Festa tradicional de Bom Jardim de Goiás é incluída no Calendário Turístico do Estado

10:26 - Alysson Lima quer que licitações sejam transmitidas ao vivo pela internet

09:19 - Sancionada Lei que institui o "Abril Verde" dedicado a prevenção de acidentes e doenças de trabalho

08:22 - Eduardo Prado propõe maior incentivo à prática de esportes femininos

07:08 - Chico KGL defende desoneração de ICMS na área da reciclagem

06:47 - Início das atividades

17/07/2019

13:03 - Encerramento das atividades

12:42 - Projeto de Lissauer Vieira pretende garantir ensino de noções de Direito nas escolas estaduais

11:17 - Karlos Cabral quer disciplinar o prazo de vida útil no transporte escolar

10:30 - Projeto prevê que todos os conteúdos das plataformas virtuais devem ser acessíveis para os deficientes

09:29 - 25 de setembro deve ser instituído o Dia da Luta contra a Ataxia Espinocerebelar

08:17 - Projeto de Henrique César propõe teste de triagem neonatal em hospitais de Goiás

07:30 - Álvaro Guimarães propõe a inclusão de peixes na merenda escolar da rede pública

06:45 - Início das atividades

16/07/2019

13:05 - Encerramento das atividades

12:46 - Júlio Pina quer que 25% das vagas nos colégios militares sejam para filhos e dependentes de PMs e bombeiros

11:27 - Projeto visa dar transparência aos processos de licitação

10:43 - Alteração do Pró-Atleta visa beneficiar desportistas femininas

09:18 - Projeto de lei quer estabelecer em 20 minutos o tempo máximo de espera em agências bancárias

08:29 - Zé Carapô quer maior autonomia a produtor familiar

07:30 - Proposta de Amilton Filho incentiva a atividade circense no Estado

06:53 - Início das atividades

Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231.
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000. CNPJ: 02.474.419/0001-00.

Carregando...