Ir para o conteúdo principal

A- A+

Adriana Accorsi enaltece trabalho dos que atuam em favor de crianças e adolescentes

A deputada Delegada Adriana Accorsi (PT), propositora da sessão especial na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) que é realizada na manhã desta sexta-feira, 17, disse que celebrar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é muito importante. "Mais uma vez nos encontramos reunidos aqui nesta Casa de Leis, casa do povo, para celebrar mais um 18 de maio, momento importantíssimo que marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, uma das lutas mais importantes hoje no mundo, e nós precisamos ter esse dias como uma data a festejar e refletir.”

A deputada salienta a relevância da homenagem. “Nesse sentido tenho a honra de homenagear, nesta manhã, mulheres e homens que se dedicam de forma incansável no combate a todo e qualquer tipo de violência contra nossas crianças, adolescentes e jovens”, pontua Adriana.

A parlamentar afirma que a solenidade é um justo e merecido reconhecimento pelo importante trabalhos prestados pelos homenageados à sociedade. Ela cita ainda o Estatuto da Criança e do Adolescente no que diz respeito à dedicação dos homenageados e salienta pontos do documento. “Pessoas que se dedicam para fazer valer o que diz o Estatuto da Criança e do Adolescente, o ECA, em seu artigo 4º: é dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária."

Conquista

De acordo com Accorsi, o dia 18 de maio é uma conquista que marca a luta pelos direitos humanos de crianças e adolescentes no território brasileiro e que “felizmente tem alcançado muitos municípios do nosso país”. A deputada comemora que a cada ano é registrada adesão de mais municípios na mobilização em torno da data. “Por meio de caminhadas, audiências públicas, debates, concurso de redação nas escolas, exibição de filmes, realização de seminários e oficinas de prevenção à violência sexual e distribuição de materiais informativos sobre a temática.”

Ela diz perceber que o o trabalho está no caminho certo. "No entanto é preciso continuar avançando na busca por ações que visem conscientizar, sensibilizar, informar e convocar família, escola, sociedade civil, governos, instituições de atendimento, mídia, igrejas, universidades e associações a unir esforços e levantar a voz para dizer em alto e bom som, basta a violência contra nossas crianças e adolescentes”, argumenta a parlamentar.

Caso João de Deus

Adriana informa que este ano a rede de atenção às crianças e adolescentes, mulheres e idosos em situação de violência de Goiânia e o Fórum Goiano pelo Fim da Violência e Exploração Sexual Infanto Juvenil, elegeram a cidade de Abadiânia para realizar um grande ato em solidariedade às vítimas que de às vítimas que denunciaram João Teixeira de Faria. “O caso João de Deus, como é popularmente conhecido, e considerado na atualidade o maior crime sexual em série do mundo”, pontua a parlamentar.

Atuação como delegada

A deputada relembra que durante dez anos na atuação como delegada investigou e solucionou crimes praticados contra crianças e adolescentes em Goiânia e em cidades onde não existia delegacia especializada. “Me deparei com crimes muito cruéis”, relembra.

Hoje no Parlamento, Adriana tem dedicado o trabalho para contribuir com a causa. “Tenho buscado fazer do meu mandato uma ferramenta para ajudar nessa causa que considero tão nobre e importante. Apresentei emendas parlamentares, participei de seminários, debates, palestrei em escolas, universidades, associações e igrejas”, pontua.  

A parlamentar relembrou ainda de diversos projetos nesta temática, tai como: o projeto de lei que institui  o sistema estadual de cadastro preventivo ao desaparecimento de crianças; projeto de lei que institui o programa investigador mirim; o dia estadual de enfrentamento às violências físicas e psicológicas contra crianças e adolescentes e o projeto que torna obrigatória a fixação de cartazes com informações sobre o Disque Direitos Humanos – Disque 100, entre outros.

Pela relevância do trabalho realizado, a parlamentar reitera a importância do reconhecimento às pessoas que não pouparam esforços. “Muitas delas não mais entre nós, como Aldaiza Maia da Silva viana (In Memorain), Sabrina de Campos Bittencourt”, afirma. Adriana ainda rememorou o trabalho realizado pelo pai, que quando prefeito de Goiânia, criou os primeiros conselhos tutelares da Capital.

Assembleia em Tempo Real

14/06/2019

19:32 - Encerramento das atividades

18:40 - Casa de Vidro pronta para sediar sessão especial itinerante da Alego na noite de hoje

17:39 - Politizar: com 14 projetos deliberados, segunda sessão plenária é encerrada

17:21 - Politizar: aprovado em primeira fase projeto que dispões sobre a criação de distritos microempresariais

17:12 - Politizar: aprovado em primeira fase projeto que altera lei sobre OS no Estado

16:28 - Politizar: nove parlamentares fazem uso da tribuna no Pequeno Expediente

15:46 - Politizar 2019: segunda sessão plenária é reaberta e 14 novos projetos são inclusos na pauta

15:27 - Politizar: Mesa Diretora recebe treze projetos de deputados

14:06 - Politizar: segunda sessão ordinária é suspensa e reunião ordinária da CCJ é convocada

13:43 - Politizar: segunda sessão plenária é aberta

13:33 - Politizar: CCJ delibera 14 projetos na tarde desta sexta-feira

13:28 - Politizar: Comissões temáticas discutem pautas diversas no final desta manhã

12:33 - Alego faz sessão especial na noite desta 6ª-feira, 14, para conceder titulo de cidadania

11:54 - Karlos Cabral declarou encerrada audiência que tratou sobre a LDO em Simolândia

11:06 - Politizar: Representantes visitam Escola do Legislativo

11:01 - Politizar: CCJ aprova dois projetos

10:28 - Politizar: Comissão de Minas Energia realiza terceira reunião

10:22 - CPI da Enel inicia audiência em Morrinhos

10:16 - Aberto debate sobre LDO em Simolândia

10:10 - Polititzar: Comissão de Direitos Humanos delibera sobre dois requerimentos

09:53 - Politizar: Comissão de Educação, Cultura e Esporte discute temas pertinentes a comissão

09:41 - Audiência pública vai discutir os fatores motivadores da violência escolar

09:00 - Karlos Cabral abre audiência pública sobre a LDO, às 9h30, na Câmara de Simolândia

08:51 - Politizar: CCJ tem sete projetos devolvidos

Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231.
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000. CNPJ: 02.474.419/0001-00.

Carregando...