Ir para o conteúdo principal

A- A+

Copenhague: a hora é agora

Artigo do deputado Thiago Peixoto (PMDB) publicado no jornal "O Popular", edição de 08.12.2009.

* Thiago Peixoto é deputado estadual (PMDB) e economista. Acompanhará a delegação brasileira em Copenhague


“A era da procrastinação, das meias medidas, dos expedientes que acalmam e confundem, a era dos adiamentos, está chegando ao fim. No seu lugar, estamos entrando na era das consequências.” (Wiston Churchill,1936)

Todos os caminhos levam a Copenhague. Mais da metade dos líderes mundiais desembarcam na Dinamarca para enfrentar o desafio do aquecimento global. A 15ª Conferência das Partes da Convenção do Clima das Nações Unidas (COP-15) é um encontro internacional que articula novo acordo de proteção ao clima. O nível de participação de tantos chefes de Estado difere bastante de outros eventos semelhantes, restritos a poucos integrantes.

Se a presença de tantos líderes mundiais não garante o sucesso da COP-15, por outro lado faz com que o fracasso seja muito mais difícil. A expectativa é de que, iniciado um processo de mudança, este não poderá mais ser interrompido. Destaque-se também a forte pressão da opinião pública. Tão forte a ponto de o presidente Barack Obama – que estaria no lugar certo, mas na hora errada – remarcar a data de sua viagem à Copenhague – ao invés do dia 9, quando não teria condições de participar das principais decisões, Obama estará na conferência nos dias 17 e 18.

Mesmo com todas as dificuldades previsíveis, a presidente da COP-15, Connie Hegaard, afirmou que “ninguém pode pagar o preço de um fracasso em Copenhague”. Em outras palavras: não se pode entrar em uma negociação deste tamanho apostando que o acordo em relação ao clima será algo impossível. O ceticismo tem de abrir espaço para a esperança e para a busca de soluções e melhores resultados. Tudo isso alicerçado em elementos-chave como cortes de emissões de gases estufa, novos fundos para ajudar nações em desenvolvimento, escolha de um caminho de desenvolvimento verde e determinação de prazo para cumprimento das metas.

O Brasil chega em Copenhague de forma ousada, ciente da responsabilidade que tem e mostrando o caminho para outros países. Nossa proposta é de reduzir entre 36% e 39% o que se projeta como emissões em 2020. É um compromisso comparável com a União Européia e bem mais ambicioso que o dos EUA. Além disso, temos um estoque de carbono de 47 bilhões de toneladas na Amazônia – um grande ativo com potencial bilionário nas negociações do clima.

Os dias em Copenhague colocam nas mãos da geração do presente a decisão que definirá o futuro. A hora é agora; o depois pode ser nunca. As soluções precisam ser apresentadas – não em palavras, mas sim em urgentes ações.


Assembleia em Tempo Real

21/01/2019

17:00 - Encerramento das atividades

12:34 - Seguindo avanços no País, Goiás amplia políticas que valorizam o parto humanizado

11:16 - Decreto de posse de armas divide opiniões na Assembleia Legislativa

09:21 - Luis Cesar Bueno propõe política de valorização do artesanato goiano

07:12 - PEC que trata do reconhecimento jurídico da carreira de oficial militar tramita na Assembleia

06:50 - Início das atividades

18/01/2019

13:12 - Encerramento das atividades

12:52 - Primeira prova do concurso da Alego ocorre neste domingo, dia 20

11:02 - Protagonista dos últimos meses Lívio Luciano faz balanço de seu trabalho como deputado

10:42 - Henrique Arantes quer revogação de lei sobre isonomia e pensões

09:49 - José Nelto propõe que municípios goianos do entorno do DF se tornem região metropolitana

08:51 - Bruno Peixoto defende inserção da Romaria de Guarinos no Calendário Cultural de Goiás

07:17 - Talles Barreto propõe alteração em lei que beneficia servidor portador de deficiência

06:55 - Início das atividades

17/01/2019

13:07 - Encerramento das atividades

12:33 - Pojeto de lei de Simeyzon Silveira visa desenvolver programas assistenciais

11:03 - Projeto obriga hospitais a ter equipamentos para mamografia em mulheres deficientes

09:07 - Festival de Orquídeas de Piracanjuba pode integrar calendário oficial do Estado

07:21 - Proposta prevê contrapartida a empresa que financiar bolsas de estudo

06:51 - Início das atividades

16/01/2019

13:29 - Encerramento das atividades

12:55 - Descumprimento de Lei que combate crimes contra a mulher está apta a análise do Plenário

11:34 - Deputados manifestam pesar pela morte do juiz Adir Barreto

11:34 - Francisco Oliveira admite sessões extras na Assembleia a partir de 22 de janeiro

Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000.

Carregando...