Acesso à
Transparência

Notícias dos Gabinetes
Humberto Teófilo pede agilidade nas investigações sobre a morte de ex- conselheiro tutelar de Goiânia

10 de Setembro de 2020 às 15:03
Humberto Teófilo pede agilidade nas investigações sobre a morte de ex- conselheiro tutelar de Goiânia

A morte do ex-conselheiro tutelar de Goiânia, Rafael Rodrigues, 37 anos, ainda é um mistério. O jovem foi morto a tiros dentro de sua distribuidora de bebidas, localizada no Residencial Vale das Brisas, em Goiânia, no dia 08 de julho deste ano. Segundo familiares, quatro homens chegaram em duas motocicletas ao local. Dois deles desceram para comprar cigarro na distribuidora. Em seguida, um deles atirou.

Já são mais de dois meses que famíliares e amigos tentam saber o motivo brutal que arrancou a vida de Rafael. Pai, trabalhador, o ex-conselheiro tutelar de Goiânia não tinha envolvimentos com drogas e nem passagem pela polícia. A mãe da vítima, Marlene Rodrigues, espera apenas por justiça e que os envolvidos na morte do jovem sejam punidos.

O deputado estadual Delegado Humberto Teófilo (PSL) abraçou a causa da família e lançou uma campanha em suas redes sociais para que o caso não seja esquecido pela justiça. Além disso, o deputado esteve essa semena na Delegacia de Investigações e Homicídios (DIH), para pedir agilidade ao delegado que investiga o caso. "Acredito no trabalho das autoridades responsáveis por esse caso. Espero que possamos solucionar, o mais breve possível, esse triste crime", disse Teófilo.

Gabinete Dep. Delegado Humberto Teófilo Conteúdo de responsabilidade do deputado e sua assessoria de imprensa, não representando opinião ou conteúdo institucional da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).
Compartilhar