Acesso à
Transparência

Notícias dos Gabinetes
Washington Novaes: proposta de homenagem ao jornalista está na CCJ

11 de Setembro de 2020 às 15:28
Washington Novaes: proposta de homenagem ao jornalista está na CCJ

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa vai analisar o  projeto nº 4006/20, que propõe a criação da Comenda Jornalista Washington Novaes. A comissão recebeu a proposta na última terça-feira, 08, e foi distribuída para a relatoria no mesmo dia. Os deputados Humberto Aidar (MDB) e Antônio Gomide (PT) são autores da proposição protocolada na Casa no início deste mês.

Um trecho do texto do projeto diz que fica instituída a Comenda Jornalista Washington Novaes, que será destinada a condecoração, concedida pela Assembleia Legislativa do Estado de Goiás a toda pessoa e/ou entidade que promova a proteção e preservação do meio ambiente.

O deputado Humberto Aidar reforça a necessidade da homenagem ao destacar a importância do jornalista em defesa de pautas ambientais. “A figura do jornalista Washington Novaes não pode perecer, sobretudo porque sua obra está eternizada em vídeo, texto e áudio e continuará certamente sendo conduzida por pessoas e ações como as dessa Casa, que estabelece essa honraria”, declara o parlamentar.

Por sua vez, o deputado Antônio Gomide diz que “vai mostrar,  na Assembleia Legislativa, a importância da vida e do trabalho desenvolvido pelo jornalista Washington Novaes. Entendo que a medalha é um instrumento importante para deixar um marco muito forte daquilo que foi o trabalho dele”, frisou Antônio Gomide.

O 2º artigo da proposta discorre que a Comenda Jornalista Washington Novaes será concedida, anualmente, entre os dias 01 a 10 de junho, preferencialmente no dia 05 de junho - Dia Mundial do Meio Ambiente em sessão solene, realizada na sede do Poder Legislativo.

Washington Novaes

Referência em jornalismo ambiental, Washington Luís Novaes nasceu em 3 de junho de 1934, em Vargem Grande do Sul, São Paulo. O jornalista morreu no último dia 24 de agosto, em decorrência de um tumor no intestino, aos 86 anos.  

Novaes passou por emissoras e redações, entre elas a TV Manchete, o jornal Estado de S. Paulo, foi editor do Globo Repórter e do Jornal Nacional, entre outros, e foi um dos primeiros jornalistas a se dedicar à pauta do meio ambiente, sendo referência na área. Ganhou prêmios como o Esso especial de Ecologia e Meio Ambiente, em 1992, e o Professor Azevedo Netto (2004).

Novaes também é autor dos livros "A quem pertence a informação", escrito em 1989, e "A década do impasse: da Rio-92 à Rio+10", de 2002. Ao longo da carreira, Washington publicou mais de dez livros, boa parte deles focada no meio ambiente e povos indígenas. Mudou-se para Goiás na década de 80, quando assumiu a direção de jornalismo do jornal Diário da Manhã, sendo um dos responsáveis pela revolução na imprensa goiana naquela década.

Gabinete Dep. Humberto Aidar Conteúdo de responsabilidade do deputado e sua assessoria de imprensa, não representando opinião ou conteúdo institucional da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).
Compartilhar