Acesso à
Transparência

Notícias dos Gabinetes
Gomide cobra ação do Governo do Estado para um programa de Renda Mínima

23 de Março de 2021 às 11:08
Gomide cobra ação do Governo do Estado para um programa de Renda Mínima

O deputado Antônio Gomide (PT) cobrou, na sessão extraordinária desta terça-feria, 23, a implementação do programa de Renda Mínima pelo Governo de Goiás para socorrer as famílias durante a pandemia. Gomide salientou ao líder do Governo, deputado Bruno Peixoto (MDB), que, antes de deixar a Secretaria de Desenvolvimento Social, a ex-chefe da pasta Lúcia Vânia concedeu entrevista dizendo que deixou pronto o projeto para ser executado pelo governador Ronaldo Caiado (DEM).

"Lucia Vânia discutiu com o governador para que pudesse implantar em Goiás o projeto de Renda Mínima, e disse que deixou esse projeto pronto, para que ele implantasse. E Lúcia afirmou também que 50 a 80 mil famílias estão em estado de miséria em Goiás. São pessoas que necessitam de um programa de renda mínima para fazer complemento salarial", frisa o deputado.

Antônio Gomide comentou a compra de cestas básicas por Caiado, mas entende que a ação é um ato imediato. "A cesta básica é para matar a fome de um dia para o outro. O momento exige um programa que tenha continuidade", opina.

Para o líder do PT na Alego, é urgente um projeto que venha substituir aquilo que havia no Governo anterior. "Já tivemos no Estado, o projeto Renda Cidadã. Que mude o nome, mas que tenha o projeto nesse momento de pandemia. Estamos numa Casa de Leis discutindo projetos, mas no momento mais grave, enquanto ainda não chega a vacina, temos que salvar vidas, e, para ter isolamento, é preciso ter uma renda mínima", insiste Gomide.

O deputado complementa que quem tem que ajudar o cidadão é o Estado. "O Governo anunciou um superávit de R$ 2 bilhões e agora está querendo vender a Celg GT, está querendo vender as ações da Saneago, e não dá conta de apresentar um programa de renda?", critica. "Quando não tinha pandemia, tinha Renda Cidadã. Agora que tem pandemia, não tem renda mínima. O que estamos votando agora na Alego, que nos impede de votar um programa de Renda Mínima?", questiona.  "É preciso essa reflexão para que, nas sessões extraordinárias, tenhamos um projeto que atenda, de fato, a atual necessidade dos goianos", conclui.

Gabinete Dep. Antônio Gomide Conteúdo de responsabilidade do deputado e sua assessoria de imprensa, não representando opinião ou conteúdo institucional da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).
Compartilhar