Acesso à
Transparência

Notícias dos Gabinetes
Humberto Teófilo apresenta projeto contrário ao passaporte sanitário em Goiás

20 de Outubro de 2021 às 15:42
Humberto Teófilo apresenta projeto contrário ao passaporte sanitário em Goiás

Contrário à obrigatoriedade da vacinação para que se possa frequentar espaços públicos e privados em Goiás, o Delegado Humberto Teófilo (sem partido) apresentou um projeto de lei que proíbe a instituição do passaporte sanitário no estado. 

De acordo com o deputado, a exigência do cartão de vacinação viola uma série de direitos constitucionais, princípios éticos básicos estabelecidos em documentos oficiais e as próprias recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).  

“A ideia é, ao mesmo tempo, simples e restritivamente totalitária. Tão logo o indivíduo é vacinado, ele recebe um documento (ou um aplicativo em seu smartphone), o qual ele apresenta caso queira adentrar estabelecimentos até então fechados ou restritos. À primeira vista, para o leigo, a medida pode parecer uma maneira eficaz de aliviar e afrouxar as restrições impostas pelos lockdowns. Mas é exatamente o contrário. Passaportes sanitários não podem ser vistos como uma forma de aliviar restrições, mas sim, como um esquema coercitivo de forçar vacinações”, apresentou Teófilo na justificativa da matéria.

Gabinete Dep. Delegado Humberto Teófilo Conteúdo de responsabilidade do deputado e sua assessoria de imprensa, não representando opinião ou conteúdo institucional da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).
Compartilhar