Acesso à
Transparência

Na tribuna, Helio de Sousa demonstra preocupação e estende críticas a gestão Caiado

15 de Maio de 2019 às 15:43

Durante o Pequeno Expediente da sessão ordinária desta quarta-feira, 15, o deputado Helio de Sousa (PSDB) subiu à tribuna para avaliar “com preocupação” o desenrolar do governo Caiado no Estado. “Com cinco meses desse Governo, começamos a ficar preocupados. Está bem caracterizado que não há uma sensibilidade humanitária ou qualquer sentimento de que ele poderá melhorar a qualidade de vida da população goiana”, disse ao iniciar seu pronunciamento.

Para ele, os profissionais do Vapt Vupt possuem “excelência no atendimento”. Mesmo assim, para Helio, o Estado está tentando “ceifar essa qualidade em atendimentos que é uma obrigação do Estado”. “Pensamos que esse Governo precisa parar, pensar e se organizar. Ele está totalmente desorganizado”, concluiu.

Posteriormente, o parlamentar, que, assim como o Governador possui carreira médica, lamentou a situação em que se encontra a Saúde no Estado. “Temos a questão do Materno Infantil, da Santa Casa de Misericórdia em Anápolis, do Crer”, lamentou antes de discorrer sobre a última unidade de saúde: “O Crer representa excelência no atendimento e está visivelmente prejudicado”, completou. Para Helio de Sousa é necessário que o Parlamento “aumente as críticas para alertar o Governo sobre o que está sendo feito”. 

Por fim, o parlamentar evidenciou as exonerações de funcionários de unidades de ensino militarizadas em Goiás. “Na minha cidade — Goianésia — temos uma unidade com excelência no ensino. De seis anos para cá ela se transformou no melhor e mais bem estruturado modelo de ensino que a nossa população tanto queria. Lá, além do corte de benefícios, eles exoneraram o diretor. Foi um choque muito grande pois ele deveria, na verdade, ser recebido no Palácio para ser premiado e agradecido por tudo o que fez”, lamentou o parlamentar antes de disparar: “Educação é o mínimo que podemos oferecer a um cidadão”.

Compartilhar