Acesso à
Transparência

Enel atende solicitação de Lissauer junto aos produtores rurais e inicia mutirão de serviços no Sudoeste goiano

30 de Julho de 2020 às 17:00
Enel atende solicitação de Lissauer junto aos produtores rurais e inicia mutirão de serviços no Sudoeste goiano

Dando continuidade à sua agenda de compromissos em Rio Verde, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB), participou, na manhã desta quinta-feira, 30, do lançamento do programa de ações preventivas da Enel, o Mutirão de Serviços, na região Sudoeste de Goiás. A iniciativa visa preparar o sistema elétrico para os próximos períodos de queimadas e de chuvas e atende a uma solicitação do chefe do Legislativo junto aos produtores rurais do Sudoeste goiano. De acordo com o parlamentar, a medida vai ao encontro de reivindicações importantes da população rio-verdense, especialmente da zona rural, que cobra ações voltadas ao fornecimento de energia e a prevenção de incêndios. 

“No início desse mês, apresentamos à diretoria da Enel, durante uma videoconferência com o Sindicato Rural de Rio Verde e demais representantes do nosso município, diversas reivindicações relativas ao crescimento dos focos de queimadas nas propriedades rurais da nossa região e cobramos da companhia ações de prevenção com relação a isso. E hoje, em resposta ao nosso pedido, a Enel está aqui iniciando esse importante trabalho que, com certeza, contribuirá muito para uma maior segurança das propriedades e de toda a nossa população”, disse Lissauer. 

Durante o evento, o chefe do Legislativo goiano ressaltou, ainda, a necessidade de promover e manter o diálogo junto à Enel, visando a qualidade dos serviços prestados pela companhia à população goiana. “Quero destacar aqui a importância desse trabalho realizado em parceria com o Sindicato Rural e com o Corpo de Bombeiros da nossa região. Vejo que é extremamente necessário trabalharmos em unidade e a diretoria da Enel tem feito um esforço muito grande nesse sentido, dialogando e buscando atender todas as demandas da sociedade”, salientou.

Por sua vez, o diretor-presidente da Enel Distribuição Goiás, José Luis Salas, afirmou que o mutirão é um complemento para as manutenções já realizadas pela empresa no dia a dia e contará com investimento de mais de R$ 1 milhão, reforçando o compromisso da companhia com o estado de Goiás. Ele acrescentou ainda que essas ações trarão melhorias para o fornecimento de energia de cerca de 80 mil clientes goianos.

“Nesse caso específico da região Sul, recebemos uma demanda de produtores rurais, que estão preocupados com a chegada do período de queimadas, que trazem grandes prejuízos para a rede elétrica. Por conta disso, estamos reforçando as limpezas de faixa em toda a região. Em paralelo, vamos preparar nossas redes para o período chuvoso, que virá logo em seguida”, explicou Salas.

O presidente do Sindicato Rural de Rio Verde, Luciano Guimarães, agradeceu o empenho de Lissauer e o diálogo junto à Enel. "Já estávamos discutindo esses assuntos com o presidente Lissauer, que buscou nos atender prontamente. Somos gratos”, afirmou.

Mutirão de ações preventivas

O mutirão de ações preventivas da Enel acontece entre os dias 27 e 31 de julho e atenderá 12 cidades da região Sul de Goiás. Durante os serviços, os profissionais realizarão podas de árvores que estão em contato com a rede elétrica, limpezas de faixas de servidão, que são faixas de terra debaixo de todo o percurso das linhas de transmissão e/ou distribuição, instalação de espaçadores e substituição de estruturas da rede elétrica em mau estado de conservação, como postes, cruzetas, isoladores, para-raios e conectores.

Além disso, a Enel Goiás também disponibilizará uma unidade móvel nos dias 30 e 31/07 para a realização de diversos tipos de serviços, como o cadastro de Cliente Rural e cadastro social Baixa Renda, troca de titularidade, pedido de ligação nova, entre outros. Ainda durante a solenidade de lançamento do mutirão, foi anunciado para o município de Rio Verde, o programa Enel Compartilha Eficiência, que beneficiará 60 clientes com a troca da geladeira usada por outra nova, que consome menos energia.

Agência Assembleia de Notícias
Compartilhar