Acesso à
Transparência

Programa Universitário do Bem

13 de Abril de 2021 às 16:30
Crédito: Ruber Couto
Programa Universitário do Bem
“Lissauer prestigia lançamento de cinco mil bolsas do Programa Universitario do Bem”
“Agora sim o programa é para dar resultados e não fazer politicagem”, afirmou o presidente Lissauer Vieira durante evento de lançamento do edital para seleção de 5 mil bolsas universitárias do ProBem.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Lissauer Vieira (PSB), prestigiou, na manhã desta terça-feira, 13, o lançamento do primeiro edital para seleção de 5 mil bolsas do Programa Universitário do Bem (ProBem). O evento foi realizado no Palácio das Esmeraldas e contou com a presença do governador Ronaldo Caiado (DEM), da primeira-dama e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gracinha Caiado, e outras autoridades. Em seu discurso, o chefe do Legislativo goiano destacou o empenho da OVG para sanar dívidas e problemas herdados da gestão anterior, destacando a importância do programa para os estudantes em situação de vulnerabilidade. 

O evento consolidou a reformulação do programa de bolsas universitárias, aprovado pela Alego em dezembro do ano passado e sancionado por Caiado no início de janeiro. Lissauer elogiou o trabalho desenvolvido pela atual gestão da OVG, ressaltando o resultado do benefício para os universitários goianos, em relação ao modelo anteriormente ofertado. “A OVG herdou uma dívida de 100 milhões de reais do programa universitário antigo. E a gente passa a avaliar e analisar que esses programas sociais eram divulgados de forma inverídica à nossa população. Eles simplesmente eram para fazer politicagem e enganar o povo. E os resultados não vinham”, frisou. 

Lissauer justificou que o ProBem é voltado para dar resultados às pessoas que mais necessitam. “É um programa extremamente debatido, estudado, que, de fato, vai beneficiar os jovens universitários para poderem ingressar em uma universidade, formar e entrar no mercado de trabalho”, disse. 

De acordo com o governador, o ProBem apresenta muitas diferenças, a começar pelo valor da bolsa, que é superior ao que era ofertado. O método de concessão para alcançar estudantes mais vulneráveis também foi reformulado, além de ter aumentado em 600% o número de ofertas para os cursos de Medicina e Odontologia.  “Não se trata de uma bolsa eleitoreira. Foi feita para qualificar pessoas, formá-las, para que tenham condição de sobreviver com a sua profissão, ter dignidade e cidadania. Essa é a diferença”, afirmou Caiado, ao explicitar a essência da iniciativa.

Gracinha também falou sobre as novidades advindas da reformulação do programa, detalhando o aumento no valor da bolsa, que quase dobrou na modalidade parcial. Estudantes que recebiam de R$ 300 a R$ 500 terão à disposição até R$ 650. Já no caso das bolsas integrais, o valor será de R$ 1.500 para cursos em geral e de R$ 5.800 para os cursos de Medicina e Odontologia. “Hoje, os 6 mil bolsistas já são atendidos por essas novas regras. O aumento da cobertura do benefício confere mais estabilidade financeira e permite que o bolsista se programe do início ao fim do curso, reduzindo as chances de evasão”, assinalou.

A solenidade foi prestigiada, ainda, pelo vice-governador Lincoln Tejota (Cidadania), pelos secretários de Estado Adriano da Rocha Lima (Governadoria), Wellington Matos (Desenvolvimento Social - Seds), José Vitti (Indústria, Comércio e Serviços - SIC), Tony Carlo (Comunicação); a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, a diretora do ProBem, Rúbia Cardoso, entre outros servidores estaduais.

Processo Seletivo 

Ao todo, cinco mil bolsas serão disponibilizadas para estudantes universitários em situação de vulnerabilidade social de todos os 246 municípios goianos. Para concorrer ao benefício, os candidatos devem ler o edital disponível no site da OVG (www.ovg.org.br) e, caso não estejam cadastrados no CadÚnico, terão até o dia 25 de maio para procurar um posto de cadastramento, que costuma funcionar no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do município.

Um mês depois, no dia 25 de junho, começa o período de inscrições no site da OVG. O resultado definitivo dos primeiros selecionados pelo ProBem está previsto para o dia 26 de julho. Os estudantes contemplados vão receber o benefício no segundo semestre deste ano com bolsas que custeiam 50% (bolsa parcial) ou 100% (bolsa integral) do valor da mensalidade.

Com atualmente 6 mil bolsas ativas, a iniciativa destinará parte das novas vagas às chamadas "profissões do futuro" e para aquelas áreas de formação que atendem às demandas por mão de obra em todas as regiões do estado, além de abrir portas para a qualificação e oportunidade de estágios por meio do Banco de Oportunidades.

Agência Assembleia de Notícias
Compartilhar