Acesso à
Transparência

Ícone alego digital Ícone alego digital

Eduardo Prado aguarda sanção do seu projeto que dispõe sobre reconhecimento de artesanato feito em Serranópolis

19 de Janeiro de 2023 às 12:54

O deputado Delegado Eduardo Prado (PL) aguarda, com expectativa, a sanção do seu projeto de lei nº 5980/21, aprovado por unanimidade pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). A matéria dispõe sobre o reconhecimento do artesanato feito com capim do brejo, em Serranópolis, como patrimônio cultural imaterial do Estado de Goiás.

Ao justificar sua iniciativa, Eduardo Prado lembra que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) deixa claro que o patrimônio cultural de um povo é formado pelo conjunto dos saberes, fazeres, expressões, práticas e seus produtos, que remetem à história, à memória e à identidade desse povo.

E acrescenta: “Assim, ao longo dos anos, algumas cidades ou regiões ganharam fama por causa de seus produtos ou serviços. Nesse contexto, atualmente o município de Serranópolis, localizado no Sul goiano, a 380 quilômetros de Goiânia, encanta por sua história, belezas naturais e pelo seu artesanato, produzido com capim do brejo”.

O deputado ressalta, ainda, que o capim do brejo é utilizado há gerações pela população da região na cobertura de telhados e confecção de objetos, como balaios e cestos. “Os moradores do município afirmam que, quando não se tinha plástico, nem papel, era do capim, abundante nas áreas alagadas, que se fazia o necessário”.

E, depois de frisar como se produz o artesanato com o capim do brejo, conclui: “Isso posto, ressalta-se a importância de difundir o conhecimento, preservar a memória das raízes culturais regionais e fomentar as atividades que valorizam as tradições locais”.

Agência Assembleia de Notícias
Compartilhar

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nossa política de privacidade. Se você concorda, clique em ESTOU CIENTE.