Acesso à
Transparência

Comissão de Saúde debate, nesta 5ª-feira, em audiência pública a prevenção ao câncer de cabeça e pescoço

14 de Julho de 2021 às 11:45
Crédito: Marcos Kennedy
Comissão de Saúde debate, nesta 5ª-feira, em audiência pública a prevenção ao câncer de cabeça e pescoço
Deputado Gustavo Sebba

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), presidida pelo deputado Gustavo Sebba (PSDB) promove, na próxima quinta-feira, 15, às 9h30, audiência pública em apoio à Quinta Campanha Nacional de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço – Julho Verde. O evento será realizado atendendo a solicitação da Associação Brasileira de Câncer de Cabeça e Pescoço (ACBG Brasil) e terá forma híbrida, no auditório Solon Amaral e com participações on-line.

Além de Gustavo Sebba, a mesa será formada, presencialmente, pelos seguintes nomes: presidente do Conselho Estadual de Saúde de Goiás (CES-GO), Venerando Lemes de Jesus; chefe do serviço de cirurgia de cabeça e pescoço do hospital Araújo Jorge e Clínicas, José Carlos de Oliveira; e pelo presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego), Paulo Roberto Cunha Vencio. Entre as participações on line de palestrantes estão representantes do Ministério Público, da ACBG e da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás, além de médicos especialistas no assunto. O link de acesso à audiência pública virtual é: alego.play.com.br

De acordo com Gustavo Sebba, a audiência está embasada em projeto de lei de sua autoria que institui, também em Goiás, o Julho Verde. Sebba, que é médico, destaca que os diversos tipos de câncer que afetam cabeça e pescoço, quando somados, representam a segunda causa de morte por doenças no Brasil, ficando atrás apenas das doenças cardiovasculares. “Além disso, esse tipo de câncer costuma gerar um constrangimento público que afeta bastante a vida social das pessoas acometidas, já que, em regra, não têm como esconder seus tumores, quando eles se encontram em uma parte do corpo tão evidente”, pontua.

O parlamentar explica, ainda, que o tratamento é muito caro e complexo, sendo necessário o acompanhamento de inúmeros profissionais, desde cirurgiões e médicos, até dentistas, fonoaudiólogos e psicólogos. “O custo do tratamento afeta principalmente a população de baixa renda, e foi por isso que propus essa campanha, voltada à conscientização, prevenção e enfrentamento de preconceitos que podem ser sofridos pela pessoa com câncer”, esclarece.

O presidente da Comissão de Saúde frisa, também, que essa é uma campanha que vem sendo reforçada em nível nacional e Goiás não poderia chegar atrasado nesse assunto. “É por isso que, além das ações, também apresentei à Mesa Diretora o projeto de lei que trata sobre a temática”, finaliza.

A quinta edição da campanha nacional é realizada pela ACBG em parceria com a Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP). Em 2021, o evento utiliza o slogan “O câncer tá na cara, mas às vezes você não vê”. A mensagem visa conscientizar a população sobre a importância do autocuidado e atenção aos primeiros sinais e sintomas da doença para obtenção de um diagnóstico precoce, ampliando as taxas de cura com menos sequelas. 

Essa data foi instituída pela SBCCP, no mês em que celebra o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço (27/07), para alertar para a necessidade de prevenção e diagnóstico precoce. Segundo a ACBG, a partir do debate com a população sobre os riscos e as formas de prevenir a doença, busca-se diminuir o número de casos.

Decoração

No dia 1° de julho, a Comissão de Saúde deu início às ações da campanha "Julho Verde". O prédio da Alego recebeu decoração interna e externa com itens da cor verde, reforçando o apoio à campanha nacional. O prédio também recebeu uma iluminação com luzes verdes.

Além disso, os servidores da Alego também receberam material informativo sobre a doença e as maneiras de prevenir esses tipos de tumores. Foram distribuídos, ainda, laços verdes, que simbolizam a campanha, para todos os servidores que estão trabalhando presencialmente na Assembleia Legislativa.

Prevenção

A campanha Julho Verde foi iniciada em 2016 pela SBCCP e o Instituto Nacional do Câncer (Inca). De acordo com dados do Instituto, o câncer de cabeça e pescoço é o quinto mais incidente no Brasil tanto em homens quanto em mulheres.

O dia 27 de julho foi escolhido para lembrar o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço durante o 5º Congresso Mundial da Federação Internacional das Sociedades Oncológicas de Cabeça e Pescoço, realizado em Nova Iorque (EUA), em 2014. O evento reuniu especialistas de todo o mundo.

Palestrantes Convidados

Melissa do Amaral Ribeiro de Medeiros - presidente da ACBG Brasil.

Tema: Campanha Julho Verde e a Importância do Diagnóstico Precoce. 

Glenda Morgana - cirurgiã de cabeça e pescoço do hospital Araújo Jorge.

Tema: O Que É o Câncer de Cabeça e Pescoço; Laringite e Palato como Foco de Expansão (Sequelas). 

Sandro Rogério Batista   - superintendente de Atenção Integral à Saúde-GO. Representante da Secretaria de Saúde de Estado de Goiás.

Tema: Processo de Padronização de Reabilitação Fonatória e Pulmonar em Goiás. 

Ana Paula Guedes Werlang - Jurídico da ACBG Brasil.

Tema: Fundo de Combate ao Câncer.  

 

Agência Assembleia de Notícias
Compartilhar