Acesso à
Transparência

Humberto Teófilo lamenta rejeição do corte dos auxílios moradia e mudança

28 de Fevereiro de 2019 às 10:48

O deputado Delegado Humberto Teófilo (PSL) subiu à tribuna durante a Ordem do Dia desta quinta-feira, 28, para lamentar a rejeição preliminar de dois de seus requerimentos, ocorrida em momento anterior da sessão. Os documentos, que sequer iniciarão tramitação no Legislativo, acabavam com a concessão de auxílio-moradia e de ajuda de custo para mudança, aos deputados estaduais. “Estou decepcionado, mas respeito a decisão soberana do Plenário”, declarou o parlamentar.

Ainda, Teófilo aproveitou o momento para destacar outras questões relativas ao funcionamento da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). Uma delas dizia respeito à votação de vetos do Executivo, de escrutínio secreto. “Discordo da votação secreta. Apesar das razões apresentadas por Henrique Arantes, até justificáveis, ainda sim prefiro que os deputados falem de forma aberta sobre seu posicionamento”, explicou.

A questão do voto secreto poderá ser analisada e modificada pela reforma do Regimento Interno, cuja movimentação inicial já ocorre na Casa de Leis. Antes disso, as votações continuarão ocorrendo sem a exposição de nomes e votos.

Compartilhar