Acesso à
Transparência

Escola do Legislativo planeja uso de ferramentas digitais para ampliar acesso às atividades oferecidas

31 de Julho de 2020 às 12:48
Crédito: Valdir Araújo
Escola do Legislativo planeja uso de ferramentas digitais para ampliar acesso às atividades oferecidas
Diretor da Escola, Teófilo dos Santos

A Escola do Legislativo iniciou o planejamento de programação de ensino e capacitação por meio de plataformas digitais. O intuito é, além de atender ao público interno do Parlamento goiano, também criar ferramentas que possibilitem levar à comunidade externa, por meio de ensino à distância, o  acesso aos projetos de cidadania como Escola no Legislativo e Politizar, em que as pessoas vistam a Casa e têm oportunidade de conhecer o andamento dos trabalhos desenvolvidos pelo Poder Legislativo. Além dos cursos de capacitação que já são oferecidos aos servidores da Casa serão desenvolvidas ferramentas de forma a expandir o acesso à comunidade em geral, com ensino à distância. 

Conforme explicou Hernesto Lins Pimentel Carneiro, chefe da seção Administrativa da Escola do Legislativo, "é como se levássemos o Poder Legislativo e sua importância até a comunidade", pontuou. Ao realizar reunião técnica com diferentes áreas técnicas da Casa, como a Alego TV e a Publicidade, Imagem e Identidade Corporativa, a Escola do Legislativo visa a criação de ferramentas que possibilitem a ampliação do acesso, antes restrito apenas aos servidores da Casa, ao público externo. “Se por um lado, a gente passa por um contratempo, que é o distanciamento social, por outro lado, a gente vai criar ferramentas para poder levar nossas atividades de capacitação ao público externo”, informou.

Já o diretor da Escola do Legislativo, Teófilo Luiz dos Santos afirmou também que o intuito é proporcionar aos próprios servidores da Alego, cursos de capacitação à distância com o uso de ferramentas digitais. “Como nós estamos em uma quarentena, onde dificilmente teremos condições de dar aulas presenciais, vamos fazer o EAD”, disse. “O objetivo é proporcionar aos próprios servidores da Casa maior familiaridade com as ferramentas tecnológicas, a fim de que esses possam desenvolver seu trabalho à distância”, explica. Em decorrência do isolamento social, “hoje, a presença na Assembleia é muito pequena. A maioria está fazendo de casa, o seu trabalho”, prosseguiu. Teófilo completou que serão produzidas aulas para transmissão pelo Youtube, além da realização de lives pelo Instagram. A ideia é de que todos os cursos sejam certificados. A Escola do Legislativo também planeja oferecer cursos em parceria com o Senac.  

Por sua vez, o chefe da seção de Educação para a Cidadania, professor Maurício Barbosa Paranaguá, explicou que a Escola do Legislativo prepara a realização de palestras online e lives com a história do Poder Legislativo, sua evolução no Brasil e no mundo, sua função e importância, além da abordagem sobre cidadania. 

Agência Assembleia de Notícias
Compartilhar