Ir para o conteúdo principal

A- A+

Virmondes defende implantação de biblioteca informatizada para cada escola da rede pública estadual

Toda escola da rede pública estadual deverá, obrigatoriamente, implantar e implementar a sua biblioteca, atualizando constantemente o acervo, dando preferência às demandas oriundas dos conteúdos curriculares de suas respectivas séries, módulos, ciclos e etapas. A biblioteca deverá ser, preferencialmente, informatizada, com acesso à internet e seção de empréstimo, efuncionários capacitados, coordenados e supervisionados por um bibliotecário responsável. É o que prevê projeto de lei assinado pelo deputado Virmondes Cruvinel Filho (PPS), vice-presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa de Goiás, já em tramitação na Casa. 

“Conforme estabelece o nosso projeto, a biblioteca escolar é um componente essencial, situado no espaço físico da escola, que objetiva reunir, tratar e disponibilizar informações a professores, estudantes, funcionários e à comunidade escolar, auxiliando no processo de ensino-aprendizagem”, destaca Virmondes. “As funções educativa, recreativa, cultural e social das bibliotecas tornam-se indispensáveis para o desenvolvimento da competência informacional de seus usuários”, acrescenta.

Segundo o deputado, a proposta visa sanar uma demanda recorrente do ensino público estadual, fazendo com que haja um incremento na prestação deste serviço público tanto para alunos quanto para os profissionais envolvidos. Virmondes observa a competência concorrente da União, dos Estados e do Distrito Federal prevista na Constituição Federal no artigo 24, inciso IX, e de acordo com o que prescreve a Lei Federal número 12.244, de 24 de maio de 2010, que dispõe sobre a universalização das bibliotecas nas instituições de ensino do País: “Essa propositura pretende dar aplicação aos ditames legais de universalização das bibliotecas no âmbito do sistema de ensino público do Estado de Goiás”.

Profissional habilitado – Pelo projeto de lei, o responsável por gerenciar, organizar, desenvolver serviços e produtos de informação e realizar atividades pedagógicas e culturais em conjunto com os professores e estudantes na biblioteca escolar das escolas da rede estadual deverá ser um bibliotecário, com formação superior em Biblioteconomia. Nesse sentido, a instituição de ensino que tiver mais de 500 educandos deverá ter um bibliotecário devidamente registrado no Conselho Regional de Biblioteconomia em seu quadro funcional; já a instituição de ensino que tiver menos de 500 educandos deverá recorrer à orientação e à supervisão de um bibliotecário, devidamente registrado no Conselho Regional de Biblioteconomia, para capacitar, supervisionar, orientar e avaliar os funcionários da biblioteca.

Assembleia em Tempo Real

17/06/2019

15:20 - Projeto dispõe sobre aplicação de multa administrativa ao agressor de vítimas de violência doméstica

14:02 - Virmondes Cruvinel quer a proibição de cursos na área da Saúde na modalidade ensino à distância

13:15 - Adriana Accorsi propõe a instituição da "Jornada Acadêmica"

12:17 - Projeto que faz nova licitação de placas e tarjetas do Detran tramita na Comissão Mista

11:40 - Encerrada audiência pública que debateu fatores motivadores da violência escolar

11:35 - Deputada Adriana Accorsi abre espaço para debate público em audiência

11:34 - Karlos Cabral declara encerrada audiência pública sobre LDO em Uruaçu

11:31 - 13ª Edição do Escola no Legislativo recebe alunos da Escola Frei Nazareno Confaloni

11:09 - Deputada do DF afirma que a sociedade está em processo de desumanização

10:57 - Coronel Adailton participa de audiência pública “Entre os muros da Escola”

10:52 - Deputado federal Rubens Otoni diz que é preciso incentivar cultura de paz entre os jovens

10:50 - Gerente de segurança escolar afirma que a prevenção é a melhor medida

10:45 - “É inadmissível que exista violência no ambiente escolar”, destacou vereador Álvaro da Universo

10:39 - Comandante do Batalhão Escolar ressalta importância de debate sobre violência escolar

10:34 - Bia de Lima participa de audiência sobre violência nas escolas

10:31 - Delegado participa de reunião que discute segurança

10:25 - Tem início audiência pública sobre fatores motivadores da violência escolar

09:47 - Karlos Cabral declara aberta audiência pública em Uruaçu para debater LDO

09:29 - Projeto obriga Saneago a reparar malha asfáltica após conclusão de obras

08:44 - Audiência pública hoje de manhã vai discutir violência escolar

08:11 - Uruaçu sedia debate da LDO a partir das 9 horas

07:47 - Alego recebe hoje visita de alunos da Escola Municipal Frei Nazareno Confaloni

07:34 - CPI da Enel faz reunião hoje em Aparecida de Goiânia

06:55 - Início das atividades

Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231.
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000. CNPJ: 02.474.419/0001-00.

Carregando...