Ir para o conteúdo principal

A- A+

Mulheres, guayaberas e o acordo de Cancún

Artigo do deputado Thiago Peixoto (PMDB) publicado no jornal "O Popular", edição de 14.12.2010.

*  Thiago Peixoto, economista, deputado estadual e deputado federal eleito (PMDB), Integrou a comitiva brasileira da COP-16, em Cancún,no México

A COP-16, em Cancún, representou, do seu início ao fim, o oposto da COP-15, realizada em Copenhague no ano passado. Diferente do ano anterior, desta vez as expectativas estavam reduzidas e a esperança não se fazia presente.

Os líderes mundiais e demais celebridades que badalaram e disputaram holofotes na COP-15 também não apareceram na conferência do clima das Nações Unidas deste ano. A título de ilustração, o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger - presença vip em Copenhague -, e o ativista ambiental e ganhador do Prêmio Nobel, Al Gore, ex-vice-presidente norte-americano, não apareceram nos eventos em que suas presenças foram previamente anunciadas.

O Brasil também ficou sem os figurões na plateia do México. O presidente Lula apostou no fracasso das negociações e avisou que não iria. A presidente eleita Dilma Rousseff (PT) e o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB), que digladiaram por visibilidade na conferência do ano passado, também não. A senadora Marina Silva (PV) estava lá, mas o destaque político brasileiro ficou para a também senadora Kátia Abreu (DEM-TO), presenteada no evento com o troféu "moto-serra de ouro" - vergonhosa "homenagem internacional" feita pelo GreenPeace.

Inúmeras ausências à parte, a COP-16 foi marcada pela informalidade. Diplomatas e negociadores abandonaram seus ternos escuros e bem cortados para usar as famosas guayaberas - camisas plissadas típicas da região do Caribe. A informalidade não pautou apenas os figurinos, mas também os diálogos. Tudo isto parece mero detalhe, mas foi muito importante para criar uma forte cumplicidade entre as partes envolvidas e quebrar o clima formal e de fracasso que prevaleceu na COP-15.

Outra importante característica desta COP foi a liderança exercida pelas mulheres. A presidente da conferência deste ano foi a mexicana Patrícia Espinosa. A secretária-geral foi a habilidosa diplomata de Costa Rica Christiana Figueres. Destaque também para nossa ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Extremamente competente, liderou uma das mais relevantes negociações ao lado do representante do Reino Unido. De forma otimista e bastante pragmática, Izabella foi uma das responsáveis por salvar o famoso Protocolo de Kyoto que quase teve seu fim na COP-16.

Mas o ápice mesmo foi a restauração da confiança e da esperança perdida em Copenhague. O Acordo de Cancún não salvou o clima, mas salvou o processo de negociações climáticas. Foi um triunfo da diplomacia, um importante passo para a construção de um sólido compromisso para os próximos anos.

A conferência, que em seu início quase destruiu o Protocolo de Kyoto, deu a volta por cima e entregou importantes resultados, como o Fundo Verde, que será a entidade operacional responsável por investir em ações de redução de emissões e adaptação às mudanças climáticas nos países em desenvolvimento. O financiamento de começo imediato prevê o destino de US$ 30 bilhões de 2010 a 2012. O texto reconhece o compromisso dos países desenvolvidos em doar US$ 100 bilhões por ano até 2020.

O pacote também determina regras para a criação do Redd, sigla em inglês para Redução de Emissões de Desmatamento e Degradação de Floresta, que proveria recursos para os países preservarem suas florestas. Estima-se que 20% de todas as emissões atuais sejam causadas pelo desmatamento, sendo que Brasil e Indonésia possuem os maiores índices no mundo. O Redd será uma ferramenta muito útil para a mantermos o Cerrado de pé.
Em 2011, a Conferência Mundial do Clima desembarca em Durban, na África do Sul. Chegará lá com o caminho das negociações restaurado e com a esperança mundial restabelecida e de novo em pauta.

Faço votos de que as celebridades políticas - e as vaidades extremas - não compareçam na COP-17. Está mais do que provado que para o nosso Planeta é melhor ficarmos com as competentes líderes mulheres, a informalidade colorida das guayaberas e os avanços nas negociações que Cancún proporcionou ao mundo.


Assembleia em Tempo Real

24/04/2019

19:10 - Encerramento das atividades

17:52 - Escola do Legislativo e o Instituto Legislativo Brasileiro firmam convênio

17:30 - Adriana Accorsi promove reunião com entidades para avaliar contratos do Minha Casa Minha Vida

17:06 - Encerrada sessão ordinária desta quarta-feira, 24

17:02 - Adiada votação da indicação de Maria Euzébia de Lima para o Conselho Estadual de Educação

16:37 - Deputados mantem veto integral sobre proposta que criava política de agricultura irrigada

16:35 - Aprovada indicação de Eduardo Mendes Reed para o Conselho Estadual de Educação

16:33 - Aprovada indicação de Sebastião Lázaro para o Conselho Estadual de Educação

16:22 - Projeto que autoriza uso de chapéu em plenário é aprovado em primeira votação

16:07 - Lissauer Vieira indefere PEC apresentada por Thiago Albernaz

16:00 - Talles Barreto rebate, na tribuna, discursos de três parlamentares

15:55 - Lêda Borges critica rejeitação de sua PEC e reapresentação com conteúdo semelhante

15:48 - Virmondes Cruvinel diz que Fórum do Setor Energético vai retomar reuniões e audiências

15:46 - Adriana Accorsi critica privatização da Celg e qualidade do serviço prestado pela Enel

15:38 - Alysson Lima critica aumento da tarifa de ônibus em Goiânia e Região Metropolitana

15:35 - Thiago Albernaz diz que bancada cristã não aceitará defensor de ideologia de gênero no Conselho de Educação

15:31 - Estudantes de direito prestigiam sessão ordinária

15:29 - Ao todo, 25 deputados apresentam matérias durante a sessão desta quarta-feira, 24

15:23 - Projetos e vetos da Governadoria são lidos no expediente desta quarta-feira, 24

14:59 - Aberta sessão ordinária desta quarta-feira, 24

14:51 - Karlos Cabral declara encerrada reunião da Comissão de Finanças

14:30 - Comissão de Finanças vota projetos do Governo e de parlamentares

14:03 - Reunião da Comissão de Finanças é aberta nesta tarde

13:37 - Lissauer Vieira propõe iniciação científica em currículos do ensino médio e fundamental

Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231.
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000. CNPJ: 02.474.419/0001-00.

Carregando...