Ir para o conteúdo principal

A- A+

Mulheres, guayaberas e o acordo de Cancún

Artigo do deputado Thiago Peixoto (PMDB) publicado no jornal "O Popular", edição de 14.12.2010.

*  Thiago Peixoto, economista, deputado estadual e deputado federal eleito (PMDB), Integrou a comitiva brasileira da COP-16, em Cancún,no México

A COP-16, em Cancún, representou, do seu início ao fim, o oposto da COP-15, realizada em Copenhague no ano passado. Diferente do ano anterior, desta vez as expectativas estavam reduzidas e a esperança não se fazia presente.

Os líderes mundiais e demais celebridades que badalaram e disputaram holofotes na COP-15 também não apareceram na conferência do clima das Nações Unidas deste ano. A título de ilustração, o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger - presença vip em Copenhague -, e o ativista ambiental e ganhador do Prêmio Nobel, Al Gore, ex-vice-presidente norte-americano, não apareceram nos eventos em que suas presenças foram previamente anunciadas.

O Brasil também ficou sem os figurões na plateia do México. O presidente Lula apostou no fracasso das negociações e avisou que não iria. A presidente eleita Dilma Rousseff (PT) e o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB), que digladiaram por visibilidade na conferência do ano passado, também não. A senadora Marina Silva (PV) estava lá, mas o destaque político brasileiro ficou para a também senadora Kátia Abreu (DEM-TO), presenteada no evento com o troféu "moto-serra de ouro" - vergonhosa "homenagem internacional" feita pelo GreenPeace.

Inúmeras ausências à parte, a COP-16 foi marcada pela informalidade. Diplomatas e negociadores abandonaram seus ternos escuros e bem cortados para usar as famosas guayaberas - camisas plissadas típicas da região do Caribe. A informalidade não pautou apenas os figurinos, mas também os diálogos. Tudo isto parece mero detalhe, mas foi muito importante para criar uma forte cumplicidade entre as partes envolvidas e quebrar o clima formal e de fracasso que prevaleceu na COP-15.

Outra importante característica desta COP foi a liderança exercida pelas mulheres. A presidente da conferência deste ano foi a mexicana Patrícia Espinosa. A secretária-geral foi a habilidosa diplomata de Costa Rica Christiana Figueres. Destaque também para nossa ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Extremamente competente, liderou uma das mais relevantes negociações ao lado do representante do Reino Unido. De forma otimista e bastante pragmática, Izabella foi uma das responsáveis por salvar o famoso Protocolo de Kyoto que quase teve seu fim na COP-16.

Mas o ápice mesmo foi a restauração da confiança e da esperança perdida em Copenhague. O Acordo de Cancún não salvou o clima, mas salvou o processo de negociações climáticas. Foi um triunfo da diplomacia, um importante passo para a construção de um sólido compromisso para os próximos anos.

A conferência, que em seu início quase destruiu o Protocolo de Kyoto, deu a volta por cima e entregou importantes resultados, como o Fundo Verde, que será a entidade operacional responsável por investir em ações de redução de emissões e adaptação às mudanças climáticas nos países em desenvolvimento. O financiamento de começo imediato prevê o destino de US$ 30 bilhões de 2010 a 2012. O texto reconhece o compromisso dos países desenvolvidos em doar US$ 100 bilhões por ano até 2020.

O pacote também determina regras para a criação do Redd, sigla em inglês para Redução de Emissões de Desmatamento e Degradação de Floresta, que proveria recursos para os países preservarem suas florestas. Estima-se que 20% de todas as emissões atuais sejam causadas pelo desmatamento, sendo que Brasil e Indonésia possuem os maiores índices no mundo. O Redd será uma ferramenta muito útil para a mantermos o Cerrado de pé.
Em 2011, a Conferência Mundial do Clima desembarca em Durban, na África do Sul. Chegará lá com o caminho das negociações restaurado e com a esperança mundial restabelecida e de novo em pauta.

Faço votos de que as celebridades políticas - e as vaidades extremas - não compareçam na COP-17. Está mais do que provado que para o nosso Planeta é melhor ficarmos com as competentes líderes mulheres, a informalidade colorida das guayaberas e os avanços nas negociações que Cancún proporcionou ao mundo.


Assembleia em Tempo Real

19/06/2019

19:02 - Encerramento das atividades

19:00 - Mineiros e Quirinópolis recebem Comissão de Finanças nesta 2ªfeira para debate sobre LDO

19:00 - Encerrada audiência em Rio Verde que debateu a LDO 2020

18:26 - Deputado Vinícius Cirqueira realiza debate sobre instalação de novos empreendimentos na bacia do Rio Meia Ponte

18:00 - CPI da Enel encerra trabalhos do semestre com audiência em Caldas Novas, no dia 24

17:10 - Karlos Cabral abre audiência que discute LDO 2020 em Rio Verde

17:00 - Escola do Legislativo ministra "Curso Qualidade no Atendimento ao Público"

16:32 - Reunião ordinária na segunda-feira, 24, irá revisar metas do Plano Estadual de Educação

15:33 - Lido em plenário, projeto da Governadoria autoriza créditos especiais à Goiás Turismo

14:05 - Governo veta projeto que altera Política Estadual de Prevenção à Violência Obstétrica em Goiás

13:20 - Projeto de Henrique Cesar propõe valorizar trabalho dos professores da rede pública do Estado

12:08 - Lucas Calil propõe a criação de estatuto de sistema cicloviário no Estado

11:25 - Encerrada audiência pública sobre a bacia do Meia Ponte

11:11 - Inhumas passa a fazer parte da região metropolitana de Goiânia

11:06 - Encerrada sessão especial que teve presença da ministra Damares Alves na Alego

11:00 - Ministra Damares lança oficialmente campanha contra suicídio e automutilação de jovens

10:52 - Cuidar do meio ambiente é uma questão coletiva, afirma deputado Lucas Calil

10:47 - Deputado Henrique Arantes critica decreto do Governador sobre bacia do Meia Ponte

10:38 - Procurador do MP agradece por honraria recebida e a parceiros de trabalho

10:29 - Secretária de Meio Ambiente defende decreto que altera licenciamento na bacia do Rio Meia Ponte, em audiência pública

10:08 - Lançada na Alego a Campanha Acolha com Carinho

10:03 - Revogação do decreto é um retrocesso, diz pesquisadora de Minas Gerais

10:01 - Jeferson Rodrigues entrega Medalha do Mérito Legislativo a homenageados

09:57 - Jeferson Rodrigues reforça discurso em defesa da família ao abrir sessão solene

Assembleia Legislativa do Estado de Goiás - Palácio Alfredo Nasser - Alameda dos Buritis, 231.
Setor Oeste - CEP: 74115-900 - Tel: (62) 3221-3000. CNPJ: 02.474.419/0001-00.

Carregando...