Acesso à
Transparência

Ícone alego digital Ícone alego digital

Mulheres Constituintes: eles por elas

05 de Janeiro de 2020 às 08:00

O título remete a um movimento de promoção à igualdade de gênero iniciado pela ONU Mulheres, em 2014. A campanha tem estimulado o engajamento de homens ilustres nas lutas em prol dos direitos femininos e já conta, atualmente, com a adesão de vários líderes globais e outras figuras públicas de renome no cenário nacional e internacional. 

De forma análoga, registra-se agora, neste breve especial, flashs com os principais comentários feitos pelos demais parlamentares à respeito destas duas Mulheres Constituintes: Conceição Gayer e Cleuzita de Assis. A homenagem é uma forma de referendar também aqui os objetivos da campanha anunciada, mostrando, assim, ainda que simbolicamente, que a luta das mulheres por mais respeito, reconhecimento e representatividade é uma bandeira a ser abraçada por todos, indiscriminadamente.  

Os quatro fragmentos destacados relembram, portanto, momentos de solidariedade dos demais colegas às causas defendidas por Conceição Gayer e Cleuzita de Assis e também trazem passagens que ilustram o reconhecimento deles aos trabalhos de ambas (o último, inclusive, foi colhido recentemente, em série de entrevistas publicadas pela Agência de Notícias da Alego sobre os 30 anos da Constituição Estadual). 

Dia 15 de fevereiro de 2019. 8ª sessão extraordinária da AEC. Cleuzita de Assis é eleita e empossada 2ª vice-presidente da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. A ocasião foi marcada por muitos os elogios dos colegas à deputada. Destacam-se a seguir os proferidos, na época, pelos constituintes Eurico Barbosa e Warner Prestes. 

Para ver a composição completa da Mesa Diretora da AEC, clique aqui.

EURICO BARBOSA: 

“A Mesa que acaba de empossar-se terá a responsabilidade de conduzir os destinos desta Casa num ano de histórica e fundamental importância. Neste ano de 1989 nós assistiremos e já estamos vivendo o devido processo político, advindo depois de vinte e nove anos sem uma eleição presidencial. Este fato é sumamente significativo, não apenas do ponto de vista histórico, mas também do ponto de vista de proporcionar à sociedade brasileira uma esperança nova, a recuperação da credibilidade do governo e sobretudo a consolidação do processo democrático.

Estamos vendo, nesta Mesa, sete colegas de representação parlamentar que muito dignifica esta Casa e haverão por conseguinte de dignificar a condição dos seus trabalhos. (...)

Na segunda Vice-Presidência uma parlamentar, uma representante do segmento feminino que galga as culminâncias, não apenas da vida pública, mas de todos os segmentos de trabalho e de atividade social. A deputada Cleuzita de Assis, que todos nós reverenciamos pela sua dignidade, pela grandeza de seu caráter, pela participação enriquecedora que ela tem tido nesta Casa”.

WARNER PRESTES:

“Historicamente esta Casa registra, nesta tarde, um fato inédito que é uma eleição tranquila, pacífica, dando naturalmente o exemplo da sua maturidade ao resto deste país. Estou realmente sumamente grato por poder presenciar o que nós tivemos aqui hoje. O que nós percebemos nesta tarde foi a eleição do consenso, da maturidade, da determinação de um Poder Legislativo que luta efetivamente pela restauração do Poder político e da nossa imagem perante o conceito da comunidade. Vejam bem senhores e senhoras, que esta Mesa hoje representa efetivamente os diversos segmentos desse Estado e, por que não dizer, uma homenagem a outros rincões desse país. (...) Temos aqui, por exemplo, a eleição de uma mulher, que representa efetivamente um seguimento que começa a conquistar o seu espaço através dos tempos, neste país, provando, de acordo com a Constituição, que há igualdade de condições. E eu fico feliz, particularmente, pela eleição de Cleuzita de Assis, porque já a conheço há muitos anos, desde o tempo em que eu tive a honra e o prazer, como prefeito de Itapuranga, de apoiar o saudoso José de Assis, seu esposo, numa luta que nós enfrentamos de corpo e alma. (...) Fico feliz, portanto, deputada Cleuzita, em vê-la aqui hoje. Cleuzita de Assis, que além de representar a classe feminina, representa também, nesta Mesa, o sudoeste goiano. Uma homenagem à essa mulher e ao seu saudoso esposo”.

Dia 7 de março de 1989. 20ª sessão ordinária da AEC. Conceição Gayer faz uso da palavra no Pequeno Expediente para se posicionar contra a Secretaria da Condição feminina, implantada no âmbito do então governo de Henrique Santillo. Ao sugerir que as mulheres sejam convidadas para compor as secretarias já existentes, participando da construção das políticas públicas como um todo, ela recebe o apoio do deputado Silvio Paschoal, que, sobre o assunto, tece o seguinte comentário:

SILVIO PASCHOAL (em apoio à Conceição Gayer) 

“Senhor presidente, senhores deputados. A deputada Conceição Gayer hoje mostrou que o governo atual não foi muito feliz em criar a Secretaria da Condição Feminina e dizia mesmo que [a Pasta] seria um ato de discriminação para com as mulheres. Eu concordo com a Deputada Conceição Gayer, porque a mulher poderia perfeitamente bem assumir uma das Secretarias já existentes como a da Saúde, Educação, Trabalho Interior e Justiça. Enfim, qualquer uma das Secretarias, não sendo necessário criar uma específica para que elas possam, finalmente, participar do Governo”.

11 de outubro de 2019. Especial 30 Anos da Constituição Estadual. 

Em entrevista concedida à Agência Assembleia de Notícias, Divino Vargas recorda as bancadas existentes na Constituinte. E faz um comentário sobre suas relações com Cleuzita de Assis e Conceição Gayer. 

DIVINO VARGAS

“Convivi muito bem com ambas. A Conceição tinha um estilo muito combativo, que era o seu estilo como delegada de carreira. Já a Cleuzita era menos afoita, apesar de possuir opiniões muito firmes. Com a Cleuzita, que na época era do PFL e, portanto, minha adversária, eu tinha uma coisa muito importante em comum, que era o empenho nas causas municipalistas. Ela subscreveu muitos requerimentos meus e eu alguns dela”.

 

Compartilhar

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nossa política de privacidade. Se você concorda, clique em ESTOU CIENTE.