Acesso à
Transparência

Assembleia intensifica a campanha "Setembro Verde" e reforça a importância da doação de órgãos e tecidos

14 de Setembro de 2020 às 11:08
Crédito:
Assembleia intensifica a campanha "Setembro Verde" e reforça a importância da doação de órgãos e tecidos
Campanha Setembro Verde

A doação de órgãos e tecidos é o destaque da campanha "Saúde na Real", desenvolvida pela seção de Publicidade, Imagem e Identidade Corporativa da Casa Legislativa nas redes sociais da Alego. A iniciativa é para conscientizar sobre a importância de informar aos familiares o desejo de ser doador de órgãos e tecidos.

Dados da Central de Transplantes da SES-GO apontam que a negativa familiar ainda é o principal motivo para não doação. Tal ato de amor é capaz de salvar até oito vidas. Porém, as doações só podem ser realizadas em duas ocasiões: por meio de um doador vivo, desde que ele permita e não seja prejudicial a sua saúde, ou de um doador falecido: nesse caso só é permitido se houver morte encefálica, ou seja, quando há perda completa e irreversível das funções cerebrais.

Pela legislação brasileira, a autorização para doação de órgãos deve ser realizada por um parente de primeiro ou segundo grau, sendo pai ou mãe, filhos, avós, netos ou cônjuges. Por isso, a importância de comunicar os familiares que tem a intenção de ser doador.

Atualmente, o Brasil tem o maior sistema público de transplantes do mundo, no qual cerca de 95% dos procedimentos e cirurgias são realizados com recursos públicos. Goiás, anualmente, fica entre os estados que mais realizam transplantes de órgãos no País. Mesmo com a pandemia da covid-19, os procedimentos não deixaram de ser realizados. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, no primeiro semestre de 2020 foram realizados 104 transplantes de órgãos em Goiás (rins e fígado) e 131 transplantes de tecidos (córneas). No primeiro semestre de 2019, foram feitos 93 transplantes de órgãos (rins e fígado) e 378 transplantes de tecidos (córneas).

Campanha “Saúde na Real”

A campanha "Saúde na Real" foi motivada pela chegada da pandemia provocada pela covid-19. Inicialmente, as postagens traziam dicas e orientações sobre como evitar a contaminação pela covid-19. Mas a campanha foi tão bem recebida, que a iniciativa foi ampliada para as outras diversas áreas da saúde e uma vez por semana é possível conferir dicas essenciais para manter a qualidade de vida.

Agência Assembleia de Notícias
Compartilhar