Acesso à
Transparência

Deputados apoiam Caiado

25 de Março de 2020 às 18:00
Crédito: Agência de Noticias
Deputados apoiam Caiado
Deputados
Deputados estaduais que participaram da sessão extraordinária remota da Alego, na tarde desta quarta-feira, 25, se pronunciam sobre posicionamento adotado pelo governador Ronaldo Caiado no combate ao coronavírus.

Depois da grande repercussão gerada pelo pronunciamento em rede nacional de rádio e tv, do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), na noite desta terça-feira, 24, o governador Ronaldo Caiado (DEM) ressaltou, durante coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira, 25, que as medidas determinadas em seu decreto estão mantidas em Goiás.

Caiado disse que tratar o coronavírus como uma simples ‘gripezinha’ é um ato de extrema irresponsabilidade. “Fui aliado de primeira hora, durante todo tempo. Não posso admitir que o presidente venha agora e lave suas mãos, responsabilizando outras pessoas por um eventual colapso. Não é isso que esperamos de um governante, de um estadista, em um momento como este, mas sim humildade e serenidade. Numa guerra, não se aceita transferir responsabilidade a outros”, afirmou o governador.

Os deputados estaduais expressaram opiniões após pronunciamento do presidente do Brasil e posicionamento do governador de Goiás. Diego Sorgatto (PSDB) afirmou que a fala de Ronaldo Caiado foi correta. “O presidente tem seus acertos, mas errou ao minimizar o problema que enfrentamos em relação à Covid-19 ao meu ver”, enfatizou.

 Lucas Calil (PSD) reforçou que o presidente foi muito infeliz no pronunciamento. “Colapso econômico todo mundo sabe que vai ter, todos países estão passando por isso. As pessoas não podem sair de casa, não só porque vão propagar o vírus, mas porque temos leitos de UTIs limitados. Jair Bolsonaro deveria ter apresentando soluções e não terceirizado a culpa. O Caiado, como médico e governador está com certeza, seguindo as recomendações de cientistas e profissionais da área de saúde, inclusive do próprio Ministério da Saúde”, destacou.

O deputado Vinícius Cirqueira (Pros) classificou o pronunciamento do presidente do Brasil como uma verdadeira tragédia. Segundo ele, Bolsonaro se comporta de maneira irresponsável e deixou claro que não tem capacidade técnica. “Já, o governador Caiado tem se posicionado de maneira estadista ao defender o povo goiano. Sua formação de médico e sua postura política, demonstram total capacidade de estar à frente do Estado em momentos difíceis como esse”, complementa.

O parlamentar Iso Moreira (DEM) reforçou que o governador de Goiás iniciou uma batalha diuturna e feroz contra a proliferação do vírus em Goiás, tomando medidas firmes e necessárias para proteger a população e reduzir os impactos que a pandemia da Covid-19 viria a provocar. O deputado reiterou seu apoio ao governador e disse que todos os poderes estão unidos na luta contra a proliferação do vírus: “o Legislativo e o Judiciário estão fazendo a sua parte”, ressaltou.

A deputada Lêda Borges (PSDB) também parabenizou o governador Ronaldo Caiado pelas decisões na luta contra a Covid-19. "Me sinto contemplada pelas decisões dele", afirmou durante a sessão extraordinária remota, realizada nesta tarde, pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).

Já o deputado Paulo Trabalho (PSL) lamentou o rompimento entre Caiado e Jair Bolsonaro. 

Agência Assembleia de Notícias
Compartilhar