Acesso à
Transparência

Criação de incentivo a consórcios agropecuários e agroecológicos é meta do deputado Virmondes Cruvinel

18 de Agosto de 2021 às 13:08

A fim de promover o fortalecimento do setor agropecuário e agroecológico em Goiás, o deputado Virmondes Cruvinel (Cidadania) propõe a Política Estadual de Incentivo aos Consórcios Intermunicipais Agropecuários e Agroecológicos. “Por meio da convergência de esforços, a política tem como objetivo de gerar o máximo de aproveitamento dos recursos humanos, técnicos e financeiros já existentes nos municípios, em prol da cooperação, do desenvolvimento sustentável, da ampliação de mercados e da geração de emprego e renda para o setor ”, defende o parlamentar.

Virmondes assinala em sua justificativa, o momento de dificuldades econômicas, em especial para nosso setor produtivo. “Precisamos buscar alternativas para a saída da crise, temos de aliar crescimento econômico e social, sustentabilidade, qualidade e sanidade alimentar”, garante.

“A política é uma importante ferramenta para viabilizar, promover e fortalecer a articulação entre os municípios para geração de desenvolvimento e renda, promoção da melhoria da qualidade e sanidade dos produtos agropecuários de Goiás e ampliação dos mercados consumidores”, reitera.

Sustentabilidade

Dentre as diretrizes apresentadas no texto da política, no artigo 3º da proposta defendida por Cruvinel, ainda podem ser destacadas: a promoção de boas práticas na fabricação de produtos artesanais, o compartilhamento de experiências e responsabilidades para promoção do desenvolvimento sustentável e fortalecimento da pequena e média produção; e o estímulo à formalização das agroindústrias, ao comércio formal municipal e intermunicipal e à ampliação do mercado consumidor dos produtos agrícolas e agroindustriais e agroecológicos.

Já no artigo 4º, a política prevê entre outros pontos relevantes, que constituem objetivos de interesse comum possíveis de serem executados por meio de consórcio intermunicipal: prevenir e combater à fraude econômica e à clandestinidade; ampliar o comércio de produtos agrícolas e agroindustriais; incrementar a geração de empregos e renda e valorização da mão de obra no campo, e ampliar a produção e do comércio de produtos livres de agrotóxicos.

Agência Assembleia de Notícias
Compartilhar